Colunista » Otacílio Peron » Cadê o grande líder?

05/01/2017 - 10:25:11

Cadê o grande líder?

Otacílio Peron

 

“Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las” (Voltaire).

Atualmente, vivemos um dos momentos mais difíceis de toda nossa história. E não é só a instabilidade econômica que preocupa. A instabilidade política é a mais preocupante.

O reflexo da instabilidade econômica nacional, já está atingindo Mato Grosso, apesar de ser este um Estado agrícola, cujo setor está em amplo crescimento, apresentando resultados fantásticos na balança comercial.

Mas o agravamento da nossa situação se deve muito mais pela ausência de um grande líder político, de um grande gestor. Os que se apresentaram até agora, despontaram porque aproveitaram, espertamente, da ausência de lideranças políticas fortes, e do momento de descontentamento com os então gestores, e se apresentaram com credencial de honestidade, limpos e puros, como água cristalina, porém, como tiveram pressa de chegar ao topo do poder, aceitaram em seu rio cristalino afluentes de águas lodosas, contaminando as águas cristalinas, e aos poucos se vêem enredados.

Precisamos de um grande líder, que não seja imposto, mas que tenha base de liderança e tempo de maturação política.

Não temos mais uma liderança política natural, que tenha base de sustentação social e comunitária.

É hora de incentivarmos as verdadeiras lideranças comunitárias, e de classe, com base de sustentação, para termos, no futuro, lideranças fortes e verdadeiras, reconhecidas pelos seus continuados atos de navegação em águas puras e cristalinas, pois lideranças forjadas nas bases saberão desviar dos afluentes de águas turvas.

As velhas lideranças não se preocuparam em formar sucessores, e aí, forçoso é ficar nas mãos de quem chega tarde e já ocupa a janela.

Nesse momento, o que vemos, é um raio de esperança, onde um novo líder político poderá estar despontando, pois tem tempo de maturação, e não queimou etapas. Refiro-me do atual Prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro.

Para ter longevidade na política, é preciso ter coerência. Não pode ziguezaguear.

Se tiver coerência e não se deixar contaminar por afluentes de águas lodosas, poderá estar aí, em breve o grande líder político.

 

OTACÍLIO PERON - Advogado da CDL e FCDL

 

COMENTÁRIOS