Notícias » Educação » Escolas se reúnem para debater Educação Especial

DEBATE NA ESCOLA

14/03/2017 - 11:24:05
Redação 24 Horas News

Escolas se reúnem para debater Educação Especial

O ponto central do encontro foi à escola Madre Marta, considerada escola modelo na educação de crianças especiais, que possui 20 alunos matriculados, cada um com profissionais disponibilizados para o acompanhamento individual necessário, o chamado CAD (Cuidadora de Alunos Especiais)

Escolas se reúnem para debater Educação Especial

As unidades escolares municipais de Ensino Básico – Emeb, Madre Marta Cerutti e Silva Freira, situadas nos bairros Bela Vista e Jardim Itapajé, promoveram uma Roda de Conversa, entre seus profissionais de educação, para discutir melhorias na metodologia da Educação Especial, voltada para alunos com autismo, Síndrome de Down e outras doenças neurológicas.

O ponto central do encontro foi à escola Madre Marta, considerada escola modelo na educação de crianças especiais, que possui 20 alunos matriculados, cada um com profissionais disponibilizados para o acompanhamento individual necessário, o chamado CAD (Cuidadora de Alunos Especiais).

Segundo a diretora escolar da unidade, Miraci Rodrigues, o grande intuito da reunião é alinhar a inclusão social não só sob a ótica teórica, estabelecida pela Secretaria Municipal de Educação (SME), mas também a prática, quesito principal no qual a escola Madre Marta é referência entre as unidades da rede de educação do município de Cuiabá.

A escola visa inserir os alunos especiais em todos os projetos realizados na unidade, além da pedagogia educacional, entre eles as ações voltadas para as áreas físicas, musicais e culturais, entre outras extracurriculares.

“Precisamos tratar a inclusão como um todo, para além-sala de aula. A forma como vamos inserir as crianças especiais de verdade em todos os campos, assim como as demais crianças”, frisou Miraci.

Para o diretor da escola Silva Freire, Sérgio Lacerda, o compartilhamento de informações é fundamental para o aprimoramento do ensino da Educação Especial da rede municipal. A unidade escolar do bairro Jardim Itapajé, atende nove crianças especiais matriculadas sendo três com necessidade de acompanhamento de CAD. “Estar reunidos trocando ideias e experiências com as escolas que são referencias é essencial para que possamos sempre buscar o melhor para nossas crianças especiais. Ficamos sabendo do grande trabalho que a escola Madre Marta realiza na Educação Especial e estamos aqui para aprender e também ensinar e assim melhorar a inclusão social”, disse.

Na mesma linha a secretária municipal de Educação, Mabel Strobel, considerou importante a Roda de Conversa, principalmente com o crescimento da demanda de alunos inseridos na vertente especial da Educação. “Essa modalidade de ensino vem sendo referência, pois nem o Estado e nem mesmo a rede particular oferece a estrutura que oferecemos. Hoje, em quase três meses, já temos quase o mesmo número do registrado em todo ano passado. Então, discutir melhorias para melhorar a metodologia de ensino é primordial e nada melhor do que os professores, diretores para definirem, até porque são os que estão com as crianças no dia a dia”, classificou a gestora.

Encontros

As escolas municipais da rede municipal se reúnem entre si uma vez a cada bimestre para compartilharem experiências e definirem um alinhamento nas áreas em que possuem certa complexidade. “O fortalecimento das políticas públicas de Educação, voltadas para as escolas, estão atreladas diretamente com esses encontros de diretores, professores e servidores de todas as unidades escolares”, concluiu a secretária Mabel.  

COMENTÁRIOS ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News