Notícias » Política » Governador vistoria reforma e ampliação da Central de Regulação

CENTRAL DO SUS

19/03/2017 - 18:24:54
Redação 24 Horas News

Governador vistoria reforma e ampliação da Central de Regulação

A obra fica na Rua Comandante Costa, na região Central de Cuiabá.

Governador vistoria reforma e ampliação da Central de Regulação José Medeiros/

O governador Pedro Taques vistoriou neste domingo (10.03) a reforma do prédio da Regulação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), onde também vai funcionar a auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e o complexo regulador estadual e central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que hoje está no São Tomé. A obra fica na Rua Comandante Costa, na região Central de Cuiabá.

Segundo informações técnicas, há 12 anos o prédio não passava por obras e há mais de 20 anos não contava com planejamento. O governador empenhou-se pessoalmente na liberação dos recursos, da ordem de R$ 35 milhões, que já tinham sido liberados pelo Ministério da Saúde em 2009. Para o Samu, também foi autorizada a verba em 2013.

A inauguração, em tempo recorde, dos primeiro e segundo andar será na próxima sexta-feira (24.03). Eles foram construídos em 40 dias, enquanto a previsão era de 155 dias. A parte externa e de Auditoria devem ser entregues em 120 dias. São feitas obras de terraplanagem, elétrica, hidráulica, infra ecológica, pintura e paisagismo.

A reforma da central faz parte da primeira etapa das melhorias previstas para otimizar os serviços do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg) no Estado. No prédio da Regulação, irão funcionar ainda os serviços de Tratamento Fora de Domicílio (TFD), coordenação e gerencia de apoio aos complexos reguladores.

A reforma atende uma exigência do Ministério da Saúde, que redefine a política nacional de Regulação. Com a nova sede, será implantando o projeto Samu 100% em Mato Grosso, conforme os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS).

Após o prazo previsto para a conclusão da obra, o prédio será vistoriado pelo MS para que o Estado qualifique a Central de Regulação do Samu com recursos federais. Atualmente, o governo estadual investe R$ 309 mil mensais no serviço.


 

Fonte: Gcom-MT
COMENTÁRIOS ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News