Notícias » Saúde e Vida » Idoso morre e outros dois ficam feridos em ataque de abelhas

ABELHAS ASSASSINAS

14/03/2017 - 13:22:07
O Tempo

Idoso morre e outros dois ficam feridos em ataque de abelhas

Um homem de cerca de 75 anos morreu e uma mulher de 70 foi socorrida em estado grave; um homem de 42 anos e um cavalo também foram picados, sendo que o animal não resistiu

Idoso morre e outros dois ficam feridos em ataque de abelhas

Um idoso morreu e outras duas pessoas ficaram gravemente feridas, na tarde de segunda-feira (13), após serem atacadas por um enxame de abelhas em uma mata de São Gonçalo, distrito de Conselheiro Lafaiete, na região Central de Minas Gerais. A situação no local estava tão crítica, de acordo com os militares da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros da cidade, que um cavalo também recebeu inúmeras picadas e morreu.

Quando chegaram ao local, os militares encontraram três vítimas da mesma família em um local de difícil acesso, aproximadamente um quilômetro mata a dentro. Devidamente equipados, os bombeiros se deslocaram até o local e conseguiram, inicialmente, salvar duas das três vítimas, sendo J.S.F., de 42 anos, e uma idosa, L.P.F., de cerca de 70 anos.


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu a mulher em estado grave a um hospital de Conselheiro Lafaiete, com um grande número de picadas pelo corpo. Já a terceira vítima, um idoso identificado apenas como P.F., de aproximadamente 75 anos, estava caída em uma ribanceira íngreme, dentro de uma vala e com milhares de abelhas ao redor, sendo que as mesmas estavam muito agressivas e atacando a todo momento.

Os bombeiros utilizaram uma prancha e uma corda de salvamento, imobilizando a vítima, que foi retirada do local do enxame ainda com sinais vitais. Porém, durante o deslocamento até a ambulância do Samu, que aguardava na entrada do imóvel da família, o idoso sofreu uma parada cardiorrespiratória. Apesar das manobras de ressuscitação feitas pelos militares, ele acabou não resistindo e teve a morte constatada pelo Samu.

Ainda segundo a corporação, mesmo os bombeiros que utilizavam os equipamentos adequados para este tipo de socorro sofreram várias picadas pelo corpo, devido à grande quantidade e agressividade do enxame. Os militares foram medicados e liberados posteriormente, sem maiores danos à saúde.

Dicas

O Corpo de Bombeiros aproveitou a situação para dar algumas dicas para a população para lidar com este tipo de inseto. O calor e o período de floração influenciam no surgimento de enxames itinerantes e aumento do número de abelhas nas colmeias. Além disso, o calor também deixa as abelhas, vespas ou marimbondos mais agitados e agressivos.

Confira algumas recomendações da corporação:

- Evite movimentos bruscos e excessivos quando próximo a colmeias - Não grite, pois as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos - Evite operar qualquer máquina barulhenta próximo a colmeias. Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados - Ensine as crianças a se precaver e não matar as abelhas, vespas ou marimbondos - Se for atacado, proteja o pescoço e o rosto das picadas, com a ajuda de uma camisa ou outra vestimenta. Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico - Pessoas alérgicas a picada de insetos devem evitar caminhadas em áreas de mata, pois para quem é sensível à peçonha, apenas uma picada pode ser suficiente para gerar um choque anafilático -Caso seja alérgico a picadas, pergunte ao seu médico o que fazer - Caso alguém seja picado, é importante que faça a remoção imediata dos ferrões, pois eles continuam liberando peçonha gradativamente. A sua retirada interrompe esse processo - Após a picada, a abelha perde seu ferrão e a bolsa de peçonha e morre. Contudo, o mesmo não se aplica às vespas e marimbondos. Após picar eles estão prontos para atacar novamente - Em casos de formação de colmeias em residências, o proprietário deve acionar uma empresa de apicultura especializada para a remoção do foco. Nos casos mais críticos, acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193 

COMENTÁRIOS ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News