Notícias » Política » Ministério da Integração autoriza ordem de serviço de R$ 5,3 mi para Apiacás após articulação de Valtenir

OBRA NO NORTÃO

20/03/2017 - 10:19:00
Redação 24 Horas News

Ministério da Integração autoriza ordem de serviço de R$ 5,3 mi para Apiacás após articulação de Valtenir

O deputado federal Valtenir Pereira vem desde 2014 articulando junto a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para conseguir o recurso

Ministério da Integração autoriza ordem de serviço de R$ 5,3 mi para Apiacás após articulação de Valtenir

Em 2014, as fortes chuvas que caíram no município de Apiacás (956 quilômetros de Cuiabá) causaram muitos estragos. Pontes rodaram, atoleiros se formaram, aterros romperam e o caos se instalou principalmente na zona rural afetando milhares de pessoas.

O deputado federal Valtenir Pereira (PMDB) iniciou no dia 24 de março de 2014, os trabalhos para conseguir liberar os recursos para a construção de pontes e bueiros de concreto em Apiacás. Assim como fez com Alto Paraguai, Aripuanã, Brasnorte, Campinápolis, Cláudia, Colniza, General Carneiro, Guarantã do Norte, Juruena, Mirassol D'Oeste, Nortelândia, Nova Bandeirantes, Nova Guarita, Nova Monte Verde, Nova Olímpia, Pontal do Araguaia, Santa Cruz do Xingu, São José dos Quatro Marcos, Tangará da Serra e Terra Nova do Norte que passavam por situação similar ao que aconteceu com Apiacás.

O parlamentar lembra até hoje a dificuldade para chegar na cidade de Apiacás. "No dia 24 de março de 14, enfrentando o dilema de estradas ruins por conta das fortes chuvas que caíram no município, sai de Nova Monte Verde por volta das 17h30 e fui para Apiacás. No meio do caminho encontramos atoleiros pela estrada, próximo a fazenda São Paulo do Apuy. Tivemos que pegar uma carona no ônibus da Ideal Tur do senhor Terezino e aí conseguimos chegar só às 23h em Apiacás e fomos direto para Câmara Municipal onde a equipe da prefeitura, vereadores e lideranças nos aguardavam ansiosamente", relatou.

Após organizar todos os levantamentos técnicos da demanda, o deputado Valtenir trabalhou no reconhecimento da situação de emergência de Apiacás em Brasília. A assessoria do deputado com a equipe da prefeitura apresentaram o plano de trabalho e o deputado Valtenir acompanhou passo a passo a aprovação do processo na Defesa Civil, conseguindo aprovar o plano de trabalho para a reconstrução de seis pontes de concreto e 12 bueiros do tipo celular e tubular, também de concreto.

O processo licitatório foi realizado pelo município e enviado ao Ministério da Integração Nacional que convalidou, publicando nesta semana a nota de empenho autorizando entregar a ordem de serviço para começar as obras com um investimento de R$ 5,3 milhões.

No total serão realizadas 18 obras, sendo elas seis pontes de cinco metros de largura, uma sobre Rio das Primas na Estrada do Arumã, acesso a Comunidade Arumã com 30 metros de extensão; outra ponte sobre o Rio das Primas na Estrada do Arumã do mesmo comprimento da anterior; a outra ponte é sobre o Rio das Primas na Estrada do Mutum, porém com 40 metros de extensão; a quarta ponte é na Estrada Universal, perto da Comunidade São José tendo 15 metros de comprimento; uma ponte sobre o córrego Azul na Linha F na Comunidade Colina Azul, no Assentamento Arumã; e mais uma ponte de 15 metros, essa sobre o córrego das Pedras próximo na Comunidade Vale do Bruno.

Os 12 bueiros são todos de concreto divididos em três categorias, entre eles dois modelos simples, um a ser instalado na vazante do Rio das Primas e outro na Estrada do Mutum; os estilo duplo serão colocados na Linha F da Comunidade Arumã; na Estrada Ivone no Assentamento Arumã; na Comunidade Vale do Bruno serão um na Linha 03, um próximo ao Sítio do Zé da Daniela, um depois da Serra, outro nas redondezas do Sítio do Valdir e um nos Buritis. Há ainda os bueiros triplos celular, no Setor de Chácaras será um próximo ao Sítio do seu Pedro Canhoto e outro perto ao Sítio do Japonês; um também na Comunidade Vale do Bruno na vizinhança do Sítio do Abraão.

 

COMENTÁRIOS ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News