Notícias » Saúde e Vida » Ministério da Saúde reforça recomendação de vacina de febre amarela

É PRECISO VACINAR

06/01/2017 - 11:57:17
Redação 24 Horas News

Ministério da Saúde reforça recomendação de vacina de febre amarela

Homem morreu com a doença em Ribeirão Preto em dezembro. Deve se vacinar quem mora ou vai viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata

Ministério da Saúde reforça recomendação de vacina de febre amarela

O Ministério da Saúde reforçou, nesta quinta-feira (5), a recomendação da vacina de febre amarela para pessoas que moram ou pretendem visitar regiões silvestres, rurais e de mata. A transmissão da doença, que ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti, é possível em grande parte do território brasileiro.
Nesta quarta-feira, foi confirmada a morte de um homem de 52 anos por febre amarela em Ribeirão Preto (SP). Esta foi a segunda morte pela doença no estado em 2016: em maio, um operário morreu em Bady Bassitt (SP). Também foram identificados dois macacos infectados em Ribeirão Preto em outubro.
Segundo o Ministério da Saúde, a doença tem o maior número de casos entre dezembro e maio. A vacina está disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os estados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e pode ser aplicada a partir dos 9 meses de idade. Para adultos, o reforço deve ser tomado a cada 10 anos.
 

A febre amarela provoca insuficiência hepática e renal. Os sintomas, que se iniciam de forma repentina, são febre, calafrios, dor de cabeça, dor nas costas, prostação, náuseas e vômitos. A doença evolui, numa segunda fase, para diarreia acompanhada de vômitos, icterícia, diminuição da produção de urina, sangramentos e torpor. O quadro pode evoluir para coma e até morte.


O tratamento é apenas para aliviar os sintomas, já que não existem medicamentos específicos contra a doença. 

COMENTÁRIOS ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News