Taques estuda escalonar pagamento de salários dos servidores

Felipe Fadoni | 18/02/2017 00:57:47
Pela primeira vez em 23 anos, os servidores públicos de Mato Grosso podem ficar sem receber seus salários no último dia do mês. É que o governo Pedro Taques estuda a possibilidade de escalonar o pagamento dos servidores, em dias que ainda não foram definidos pelas Secretárias de Estado e Gestão e a de Fazenda. A alegação é a falta de recursos em caixa para saldar o compromisso de uma única vez. O governador Pedro Taques ainda não confirmou o escalonamento, mas servidores das duas pastas encarregadas de definir novas datas não escondem a decepção. Servidores de outras áreas do governo reclamam que as contas são pagas junto com o pagamento no último dia do mês e temem ter de arcar com a cobrança de juros e multas em seus carnês e contas de água, luz e telefone. Em decorrência da crise financeira, que se instalou no Estado, desde o início do ano, o governador Pedro Taques concedeu reajuste aos servidores estaduais também de forma escalonada e enfrentou greves em todos os setores. Agora chega a possibilidade do escalonamento dos salários. Taques, que vive nestes últimos meses de pires na mão, em Brasília, alega que se o governo não liberar o dinheiro do FEX não haverá outra alternativa para Mato Grosso. Ele, junto com outros 19 governadores ameaça decretar estado calamidade pública em Mato Grosso, e já tomou outras atitudes no sentido de promover economia, inclusive mudando a jornada de trabalho dos servidores, com início no período da tarde. Taques alega que atualmente sua preocupação não é fechar o ano, mas sim o mês. Os efeitos da crise sobra sempre para um lado da corda, aquele que trabalho e tem a receber. - See more at: http://www.24horasnews.com.br/pingo/ver/taques-estuda-escalonar-pagamento-de-salarios-dos-servidores.html#sthash.Fhe0asQG.dpuf