Pingo no i » Reajuste salarial: Paralisação no final do mês da polícia em MT pode elevar a violência

Reajuste salarial: Paralisação no final do mês da polícia em MT pode elevar a violência

 A Polícia Militar de Mato Grosso pode parar no final do mês, caso o governador do Estado Pedro Taques (PDT) não autorize o pagamento do reajuste salarial previsto já para o próximo pagamento e a aprovação do novo Plano de Cargos, Carreiras e Salário (PCCS) da categoria.


Uma fonte de dentro da polícia confidenciou ao 24 Horas News que a paralisação será de 3h. A data deste protesto será preservada para que o índice de criminalidade não seja elevado.


Mas fica a dica para o Secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, já ir tomando procidências com relação à paralisação da polícia.


A Lei sobre reajuste aprovada no ano passado pela Assembleia Legislativa e garante a reestruturação salarial.


A proposta prevê o pagamento correspondente a 3% do ganho real, mais o INPC de 6,22%, pagas integralmente no mês de maio deste ano. O reajuste previsto para dezembro de 2015 será parcelado em duas vezes, sendo 50% para janeiro de 2016 e os outros 50% para maio de 2016, acrescidos com o INPC.

COMENTÁRIOS