Pingo no i » Um Natal diferente para Silval, Riva e companhia. Na cadeia!

Um Natal diferente para Silval, Riva e companhia. Na cadeia!

Antigamente se dizia que bandido do “colarinho branco”, nome dado a políticos e assessores destes ou a grandes empresários que surrupiavam os cofres públicos não ficam presos por muito tempo, aliás nem iam para a cadeia.

 

Atualmente as coisas mudaram e alguns destes influentes figurantes da política nacional vão ter de passar o Natal e o Ano Novo encarcerados.

 

Em Mato Grosso era difícil acreditar que se veria algum dia, alguém com o colarinho engomado, camisa bem passada, terno de giz, italiano e sapatos de cromo alemão fosse figurar na condição de presidiários. O Centro de Custódia de Cuiabá abriga hoje algumas destas nobres personalidades, entre elas um governado do Estado, Silval Barbosa (PMDB) e um ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva, que até um ano atrás eram tidos como donos do Estado, bajulados, paparicados e tratados como os reis de Mato Grosso.

 

Os dois, mais os ex-secretários de Estados, Eder Moraes, que já foi o dono do cofre do Estado e que na Secopa mandava e desmandava, Marcel Cursi, também ex-detentor da chave do cofre do Estado, da Fazenda e Paulo Nadaf, ex-chefe da Casa Civil de Silval, vão passar, cada um em suas celas, isolados da noite de Natal, que nunca sonharam, vão ver a virada do ano em um ângulo que nunca imaginaram ver: presos.

 

Sem dúvida será o Natal e o Ano Novo diferentes para eles que mandavam e desmandavam. Diferente também para toda a população que espera ver ainda mais gente do colarinho branco em Mato Grosso e no Brasil atrás das grades, numa limpeza geral da podridão que políticos corruptos deixaram o Brasil.
 

COMENTÁRIOS