O que é harmonização facial?

Com a tecnologia e o avanço das técnicas de beleza vão surgindo novos procedimentos como o caso da harmonização facial. Mas o que é esse procedimento? Ele nada mais é que uma combinação de técnicas e procedimentos estéticos que tem como objetivo criar uma melhor harmonia do rosto de quem se submete.

 Às vezes seriam apenas adequações que são feitas de maneira menos evasivas sem precisar se submeter a uma cirurgia plástica e que resolvem por um longo espaço de tempo.

 Na harmonização são realizados vários procedimentos como:

 1 – Bichectomia  - remoção de parte da gordura existente na lateral do rosto dentro das bochechas para afinar mais o rosto. Ela pode ser feita com anestesia local no próprio consultório.

 2 – Toxina botulínica – o conhecido botox que consiste na injeção da toxina em músculos como da testa, e laterais dos olhos, os famosos 'pés de galinha' para minimizar temporariamente linhas de expressão e rugas que dependendo das características do paciente pode durar de 04 a 08 meses. Também é feita em consultório.

 3 – Preenchimento em que se injeta o ácido hialurônico, para avolumizar alguma região como lábios; melhorar contornos superficiais; suavizar ou eliminar rugas; corrigir sulcos e ainda melhorar a aparência de cicatrizes. Dura em geral cerca de 01 anos.

 4- Rinomodelação que consiste no uso de substâncias preenchedoras, como o ácido hialurônico, para remodelar a estética nasal quando mudanças pontuais são suficientes.

 5- Alectomia que é a cirurgia das asas nasais. As asas nasais são as estruturas mais laterais do nariz, elas circulam as narinas e incomodam pessoas que têm as narinas abertas característica de quem tem descendência negra. É feita com anestesia local.

 Os procedimentos que são utilizados dependem das necessidades individuais do paciente. Na harmonização facial  que nada mais é que um combo de procedimentos  é possível resolver funções e expressões de músculos faciais; acabar com marcas de expressão e o bigode chinês; definir a  mandíbula; corrigir imperfeições no nariz; por fim as olheiras e a papada e ainda resolver o tamanho do queixo e testa.

 Mas lembre-se que é fundamental realizar uma avaliação com um cirurgião plástico devidamente habilitado para realizar a harmonização facial e ver o que de fato pode ser feito ou suavizado para melhorar o conjunto do seu rosto. Harmonizar é tornar algo que já existe em um formato que realce mais a beleza. Por isso a importância de se consultar com um profissional que conhece as técnicas para que não fique uma coisa superficial que ao invés de harmonizar fique com aspecto exagerado. 

 Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplastic. CRM 4385 e RQE 1266. Email: drbeneplastica@gmail.com