Educação Profissional: tema pouco discutido

A Educação Profissional é um assunto pouco discutido e abordado nos bancos científicos das universidades públicas e no campo da pesquisa, porém é uma modalidade da educação brasileira de grande relevância para ascensão econômica de um país. Isso quer dizer, não basta o país ter em seus dados estatísticos somente taxa de alfabetismo crescente o que garante realmenteo índice de desenvolvimento humano e econômico é o conjunto da educação básica com a educação profissionalizante, sendo o complemento ou aperfeiçoamento da Educação Superior.


A prova disso é a atual reforma da educação básica em sua base nacional comum curricular abordando temas do mundodo trabalho que desencadeia não somente prática inovadora, mas sim, diferenciada envolvendo todo contexto real em busca de solução de problemas. Nesse sentido, não há como negar o investimento de políticas públicas na modalidade nos últimos anos por meio de programas e projetos do Governo Federal principalmente na sua oferta.


No entanto, há vertentes que agrega e desagrega todo valor como a falta de estudo e pesquisa qualitativa da modalidade por parte do setor público quanto do privado, enquanto a Alemanha se destaca com seus alunos em educação profissionalizante como referência de qualidade para o mundo ainda estamos fazendo mobilização de políticas públicas de ingresso na modalidade.


O Brasil ainda não entendeu que em meio a instabilidade financeira que vem ocorrendo surgi um novo modelo de educação para o trabalho voltada a inovação até mesmo a pesquisa aplicada, não se espera mais chegar aos bancos universitários para que modelos de tecnologias sejam reinventadas em busca de solução e atendimento as necessidades do mercado, o que estamos falando são das mudanças dos pilares da educação onde antes eram direcionados para aprender a conhecer e a fazer, hoje se busca habilidades em aprender a solucionar.


Em todo esse contexto a modalidade não se resume somente em números de matrícula e saída ou até mesmo ingressos ao mundo do trabalho, sendo este um índice muito pouco divulgado e visível aos olhos da sociedade e demais esferas de interesse, mas o desenvolvimento de habilidades é o foco primordial para o atendimento da real necessidade que se aflora, porém, o que se vêsão poucosestudoscientíficos no campo da educação profissional com vista a indicadores de qualidade para uma modalidade tão importante e pouco deslumbrada aos olhos dos pesquisadores.

Registrado direito autoral em 09/02/2018_Cuiabá-MT.

 

Elizângela Farias
Pedagoga Empresarial
Especialista Metodológica em Educação Profissional e Corporativa