Conheça as doenças que o pet pode transmitir aos humanos

Ter um animal de estimação é muito bom pelo carinho e companhia que eles oferecem a qualquer pessoa que os trate com amor. Contudo, os pets podem transmitir doenças que podem ser evitadas se observadas algumas condutas e cuidados com seu cão. Mas nada tão grave que não possa ser tratado.

 

DOENÇAS DA PELE - Os cães podem transmitir micoses, sarna, bicho geográfico. Por isso é recomendado ficar atento a qualquer alteração no pelo e na pele de seu animal e procurar logo um veterinário para que ele seja medicado. E assim acabe o perigo de transmissão para seu dono.

 

VERMINOSES - Até mesmo os animais bem cuidados estão expostos à contaminação de vermes e alguns podem contaminar as pessoas que têm contato com animais. Por isso é tão necessário que o cão seja vermifugado de tempos em tempos conforme orientação do veterinário.

 

ARRANHÕES- A unha dos cães e principalmente dos gatos são agentes de infecção. Por isso se seu pet te arranhou corra e lave com água e sabão e só depois passe um anticéptico para evitar infecção. Não use álcool doméstico para tentar desinfeccionar porque não funciona. No caso dos gatos que podem ter uma bactéria transmitida pela puga e que enterram as fezes a unha é foco de contaminação e podem sim se agravar e causar sepse no humano levando até a morte se não for tratado a tempo.

 

É importante salientar, que somente gatos contaminados são capazes de transmitir a bactéria que é transmitida pela puga que é específica do felino e não é a mesma que existe no cachorro. Portanto, se seu gato está com puga, leve-o ao veterinário para passar a medicação correta e eliminá-la antes que possa causar uma doença.

 

RAIVA- Nesse caso o animal tem que estar contaminado pelo vírus da raiva para transmitir ao humano por mordida ou ainda por saliva liberada ao lamber algum arranhão o machucado do humano. É fundamental que o animal seja vacinado.

 

PSITACOSE – Trata-se de uma doença infecciosa causada por bactérias que infectam papagaios, araras, periquitos podendo eventualmente infectar o homem quando ele entra em contato com animais portadores ou ainda com secreções dos mesmos. Por isso é fundamental que quem tem uma dessas aves em casa deve manter o ambiente limpo.

 

TOXOPLASMOSE- Muitas pessoas se enganam achando que qualquer gato transmite a doença. Na verdade a Toxoplasmose é causada pelo protozoário toxoplasma gondii que é encontrado principalmente nas fezes do gato. A contaminação para humanos e especificamente para mulheres grávidas é se houver ingestão do parasita que está nas fezes. Por isso é fundamental quem manipula fezes do animal na retirada da areia da caixa do gato, para depois manipular alimentos para evitar contaminação.

 

ALERGIAS – Pessoas que já são propensas a quadros alérgicos podem ter algum sintoma em contato com os pelos de animal, proteínas da saliva do animal, ácaros. Mas não é o animal que transmite a alergia.

 

Lembre-se essas doenças em sua maioria a transmissão pode ser evitada se você adotar o costume de levar seu pet periodicamente ao veterinário e aplicar as vacinas e fazer a vermifugação no tempo recomendado. Assim você cuida do seu pet e cuida para que ele só lhe transmita amor.

 

Patrícia Ferrer é médica veterinária CRMV – MT 4209 do Pet Park