Nada como um dia após o outro

A vida é como se fosse uma montanha russa. Na subida ficamos empolgados e deslumbrados pela vista nas alturas, mas na descida vem o temor e essa sensação de medo faz com que a adrenalina embale os nossos corações, provocando uma enorme sensação de descontrole emocional, como na vida, alguns fecham os olhos para enfrentar o medo.


Mas, ao final chegamos a conclusão que a vida é uma tentativa de subir sempre, e alguns até podem alcançar o pico máximo, e que traz estado de “bem estar”, mas que de repente, pode vir a descida (fracassos), e pode ser tão mais rápida que imaginamos, o importante é estar possuído de muita coragem, e pronto para desafiarmos toda e quaisquer aventuras mais arriscadas que possa aparecer em nossas vida.
Algumas pessoas olham a vida como uma brincadeira, mas de fato que não é; porque para viver temos que ter a ousadia em buscar os momentos felizes, e sair por aí em buscar de raízes, pagando o preço que tivermos que pagar, usando qualquer fórmula para nos alegrar diante das tristezas não programadas, sabendo que todos os nossos momentos são apenas passagens que findará em breve, por isso, temos que estar prontos para que em cada amanhecer partir para o enfrentamento.


Todos nós temos um norte para seguir, ou um lugar para conquistar, não interessa as dificuldades que temos para passar, ou dores de sofrimentos que pode vir, aceitar as angústias produzidas pela espera das conquistas e principalmente conter o desânimo, pois este tem o poder paralisante ou desanimador, e que pode nos excluir do processo de seleção natural, o importante é ter esperança, e poder dizer que: nada como um dia após o outro.


Na sequência da vida somos peneirados e somente os que insistem em seguir em frente e que não desiste, e pode um dia dizer que conhece lado bom da vida.


Wilson Carlos Fuah – É Especialista emRecursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.
Fale com o Autor: wilsonfua@gmail.com


Mais de Wilson Carlos Fuá