Brilho de Gaga e reinvenção de Bradley Cooper fortalecem “Nasce Uma Estrela”

IG Gente | 14/02/2019 04:20:04

O iG Gente analisa as chances de cada um dos indicados ao Oscar de Melhor Filme em 2019. O hit de bilheteria "Nasce uma Estrela" abre a série

“Nasce Uma Estrela” já surgiu em alta, tanto pelo aclamado histórico do filme, como pela curiosidade de ter Lady Gaga em um papel tão expressivo no cinema. A quarta versão de um musical que já teve Barbra Streisand e Judy Garland no papel principal, o filme já nasceu com potencial.

Além disso, “Nasce Uma Estrela” marcou a estreia de Bradley Cooper na direção e nos vocais. Cooper, que nos últimos anos mudou seu status em Hollywood de galã para ator celebrado, adaptou a ideia de seu mentor Clint Eastwood e assumiu a história dessa tragédia amorosa que sobreviveu as marcas do tempo.

A premissa é a mesma das outras três versões: um artista celebrado, Jack (Cooper) está em decadência na carreira quando conhece uma nova e promissora artista, Ally (Gaga).  Dessa vez, porém, o cantor é um ícone country que ocupa espaços como o Coachella e se afunda na bebida para driblar a solidão da vida na estrada.

Ally, no entanto, o revive e dá novo fôlego para sua vida e sua carreira. O encontro dos dois é explosivo e transborda tanto em sua relação pessoal como nas músicas que escrevem e cantam juntos. Mas a ascensão de Ally no mundo artístico e seu viés pop na carreira solo logo se provam um entrave na relação entre os dois.

Cooper já declarou diversas vezes que não conhecia a carreira de Gaga quando a conheceu, mas ficou impressionado com o talento da cantora. É ela, inclusive, quem escreve todas as músicas apresentadas pela dupla ou pela cantora em sua carreira solo. E é ela o maior destaque da temporada, como a atriz novata e autora celebrada.

Shallow, primeira faixa divulgada, foi indicada ao Oscar de canção original e tem levado todos os prêmios para o qual é indicado, incluindo o Bafta, Globo de Ouro e Critics’ Choice Awards. Lady Gaga também foi celebrada por sua atuação, mas conta com uma forte competição de Glen Close. As duas dividiram o prêmio de melhor Atriz no Critics’ Choice, e a diva perdeu todos os outros. Cooper também saiu de mãos vazias, e nem chegou a ser indicado ao Oscar de direção.

“Nasce Uma Estrela” foi indicado a oito Oscars. Além de Melhor Filme, o filme foi contemplado por Melhor Atriz, Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Canção Original, Melhor Mixagem de Som, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Fotografia.

Fonte: IG Gente