Las Vegas vira refúgio para Mariah Carey, Britney e divas do pop dos anos 00

IG Gente | 10/02/2019 04:30:03

Sem causar o frisson de outrora, cantoras como Britney Spears e Christina Aguilera vivem renascença na carreira com temporadas de shows em Vegas

Um dos destinos favoritos por quem procura visitar os EUA, a badalada cidade de Las Vegas, em Nevada, deixou de ter sua fama concentrada apenas nos cassinos e ganhou notoriedade como residência dos cantores pop. A prática foi iniciada em 2013 com apresentações fixas e frequentes de Britney Spears no Planet Hollywood.

Pelo grande número de turistas que adoram explorar as mais diversas atrações de Las Vegas, a ideia da princesa do pop deu mais do que certo, e foi então que ela ressurgiu das cinzas para o novo sucesso. Com apresentações batizadas de Britney: Piece of me, ela totalizou 248 shows no Planet Hollywood Resort e Casino entre 2013 e 2017, o que lhe rendeu cerca de US$310 mil por evento, ou seja, mais de R$1 milhão.  Desde então a iniciativa da loira passou a ser fator comum entre outros cantores.

A ideia deu tão certo que logo foi aderida por outros artistas do meio e desde então o coração de Nevada virou palco fixo do mundo pop. Nomes como Frank Sinatra, Elton John, Liza Minnelli, Céline Dion, Calvin Harris e Backstreet Boys já fizeram residência por lá. Recentemente Lady Gaga é um dos destaques da "cidade do pecado" com apresentações de Enigma e Jazz & Piano até novembro de 2019.

Apesar de Vegas ter se tornado um dos lugares queridinhos dos artistas, quem mais reina por lá são as rainhas do pop dos anos 2000. Além de Britney Spears, é claro, nomes como  Christina Aguilera, Mariah Carey e Jennifer Lopez são dos que mais despertam o interesse do público. 

O motivo do estrelato dessas artistas ser maior é simples, todas elas marcaram uma geração ao redor do mundo, por isso são vistas como icônicas e em residência trazem à tona canções da época. Além disso, são cantoras que não costumam mais fazer grandes turnês. Portanto, curtir um show delas não é algo tão simples assim, o que torna o evento em Vegas ainda mais esperado e garante a participação de fãs de diferentes partes do mundo.

Além de dar força na popularidade, a residência também vem recheada de outros benefícios para essas cantoras: elas se tornam referência na cidade; se sentem mais confortável e saudável, afinal é muito mais cômodo ficar em um só lugar do que estar constantemente na estrada; e têm menos despesas, pois trabalhar em um único palco requer uma equipe menor. Logo, é fácil dizer que além de mais prático esse negócio também é bem lucrativo.

Em 2016, até 2018, JLo apresentou All I Have, e dividiu o mesmo espaço de residência com Spears, o Planet Hollywood. Na época a cantora arrecadou cerca de US$350 mil por show, quase R$1,5 milhão. Já Mariah Carey fez 50 apresentações na cidade entre 2015 e 2017 e arrecadou mais de US $ 23 milhões. Em julho do ano passado Carey voltou a se fixar em Vegas com The Butterfly Returns, em datas selecionadas até 21 de fevereiro de 2019.

No final de 2018 Britney anunciou que iria voltar a fazer residência na cidade com apresentação de Domination, mas por conta de alguns problemas de saúde de seu pai resolveu cancelar os eventos. Apesar da ausência de Britney, os apreciadores nostálgicos dos anos 2000 poderão apreciar a estreia da residência de Christina Aguilera com o show The Xperience, que vai ferver o Planet Hollywood a partir do dia 31 de maio até o mês de outubro.

Com a popularidade de Las Vegas além dos cassinos, a reunião de turistas de todo o mundo e o sucesso das residências, a tendência é que shows nesse estilo se tornem cada vez mais forte, mas sem muitas variações para manter o padrão. O destaque deve priorizar os cantores de época fazendo, consequentemente, com que o coração de Nevada se torne a maior referência no auge das rainhas do pop dos anos 2000.

Fonte: IG Gente