PONTO DE VISTA

Legado de Rondon está ameaçado pelo governo, diz biógrafo

Redação 24 Horas News / | 19/05/2019 17:06:42

Lições colhidas por Rondon nos seus 40 mil km pelo Brasil não foram aprendidas pelo atual governo, diz o biógrafo

Rondon com índios Tiriyó durante sua segunda expedição de Inspeção de Fronteiras

Apesar de terem mais de cem anos, as lições colhidas por Rondon nos seus 40 mil km pelo Brasil não foram aprendidas pelo atual governo, diz o biógrafo e ex-repórter do NYT, que após matéria criticando a 'bebedeira' do ex-presidente Lula, teve seu visto revogado pelo governo em 2004, mas medida foi revertida após repercussão mundial de censura.

Ele vê na gestão de Jair Bolsonaro uma ameaça ao legado de Rondon, que foi fundador do Serviço de Proteção aos Índios (antecessor da Funai), e até sua morte, em 1958, trabalhou para proteger suas tradições.

"Como candidato, Bolsonaro falou em medidas que iriam contra a linha histórica estabelecida pelo Rondon. Como presidente, nesses cem dias dá para ver claramente ameaças às políticas históricas criadas por Rondon e perpetuadas pelos vários governos depois da primeira república", diz.

Confira reportagem da BBC News Brasil