MOSTRANDO ARTE

Mais de 500 alunos se apresentam no projeto Educando para Cuiabania

Redação 24 Horas News | 11/04/2019 09:43:40

Atividades comemoram os 300 anos de Cuiabá com concurso de desenho e festivais de dança e vídeo

A quinta edição do Projeto Educando para Cuiabania, em comemoração aos 300 anos de Cuiabá, tem uma programação especial nesta sexta-feira (12), no Hotel Fazenda Mato Grosso, como o Festival de Dança com Siriri e Rasqueado. Ao todo, estarão participando do festival, 560 alunos da Educação Infantil e 1º Ciclo, divididos em 51 grupos. As apresentações acontecem nos períodos da manhã e à tarde.

A coordenadora de Programas e Projetos da Secretaria de Educação de Cuiabá, Jane Regina da Silva Costa falou do Educando para Cuiabania e seus objetivos. Este ano, além do festival de dança, o projeto reúne várias atividades, entre elas o concurso de desenho que escolheu o mascote dos 300 anos de Cuiabá, o ‘capi-boé’, criado por Lucas Souza de Almeida Camargo, aluno do 5º ano da EMEB Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, mostra de vídeo e entre outras atividades.

“O objetivo do projeto é resgatar, retratar e valorizar a história, a cultura, os costumes e as tradições cuiabanas, despertando na comunidade escolar o interesse em aprender e, por meio das experiências vividas, construir suas próprias produções, além de contribuir para a compreensão de conceitos como ideologia, identidade e memória, estruturas sociais e relações de poder da história local”, destacou Jane Regina.

Todas as ações propostas no projeto têm em comum o trabalho de pesquisa desenvolvido pelos alunos, fortalecendo o reconhecimento das manifestações sócio-histórico-culturais, e da postura de respeito à adversidade e a valorização da cultura regional.

Durante o festival, haverá exibição de vídeos com o tema “As Belezas de Cuiabá”, produzidos por estudantes do 3º ciclo e por artistas locais.

A programação do V Educando para Cuiabana terá ainda Culminância – Educação de Jovens e Adultos, com o tema "Os educandos da Educação de Jovens e Adultos como agentes (trans) formadores nos 300 anos da História de Cuiabá: De 1719 a 2019 - 300 anos de Cuiabá: Pessoas, Memórias, História e Lugares”, no próximo dia 26 com exposições e apresentações de diferentes manifestações artístico-culturais, valorizando o saber local como acervo que constitui o ser cuiabano.