Marido de Caroline Bittencourt é indiciado por homicídio culposo

iG Gente | 16/08/2019 21:20:04

Delegado responsável pelo caso apontou que Jorge agiu de forma imprudente ao entrar no mar sabendo das más condições climáticas

Nesta sexta-feira (16) a Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a morte de Caroline Bittencourt e indiciou o marido da modelo, Jorge Sestini, por homicídio culposo, ou seja, quando não há a intenção de matar. 

Se for oferecida denúncia, o marido de Caroline Bittencourt vai responder judicialmente pela morte da modelo. A promotoria ainda deve solicitar novas investigações à polícia.

No documento, o delegado Vanderlei Pagliarini, responsável pela investigação, apontou que Jorge agiu de forma imprudente ao atravessar o canal entre São Sebastião e Ilhabela em um veículo frágil para navegar em más condições de tempo. 

O inquérito também reforçou que Jorge Sestini sabia da possibilidade de mau tempo. Em depoimento, o proprietário da marina de onde saiu a embarcação, entregou áudios em que comprovava que avisou o empresário sobre as condições climáticas.

Carol morreu ao cair de uma embarcação durante um vendaval que atingiu o litoral norte de São Paulo, no dia 28 de abril. O corpo foi encontrado um dia depois do acidente. Segundo aponta o laudo do IML, ela morreu por asfixia mecânica por submersão em meio a líquido.

Se for condenado pela morte de Caroline Bittencourt, a pena por homicídio culposo é de um a três anos de detenção. O  inquérito concluído foi encaminhado ao Ministério Público para manifestação. Não há prazo para a próxima etapa do processo.

Fonte: IG Gente