Miley Cyrus critica Dolce & Gabbana e é chamada de ignorante por fundador

| 20/06/2017 12:15:02

Miley Cyrus fez uma dura crítica à marca italiana Dolce&Gabbana e causou uma confusão com os criadores da grife, que a chamaram de ignorante

A cantora norte-americana Miley Cyrus fez uma dura crítica à marca italiana Dolce & Gabbana por sua ideologia política e criou uma confusão com os fundadores da grife. Em sua conta no Instagram, ela publicou uma foto do primeiro desfile de seu irmão Braison Cyrus , que estreou no último fim de semana como modelo da D&G durante a Milan Fashion Week .

Miley Cyrus critica posição política da grife D&G e é chamada de ignoranteDivulgação

Miley Cyrus critica posição política da grife D&G e é chamada de ignorante

"Parabéns pelo teu primeiro desfile. O sonho do meu pequeno irmão nunca foi ser modelo. Ele é um dos músicos mais talentosos que ouvi em toda a minha vida", escreveu Miley Cyrus . No entanto, no fim do texto, a artista fez questão de "alfinetar" a marca. "Dolce & Gabbana, eu discordo fortemente de suas políticas, mas eu celebro o empenho de sua empresa em dar espaço a novos artistas e darem a eles uma plataforma para brilharem", escreveu a artista, provavelmente se referindo a proximidade da marca com a primeira-dama Melania Trump.

Resposta

A publicação da cantora causou revolta no estilista Stefano Gabbana, um dos fundadores, que chamou Cyrus de "ignorante". "Pelo seu comentário estúpido, nunca mais vamos trabalhar com seu irmão", disse. Dando continuidade à briga, Stefano compartilhou uma foto de Miley com uma nova crítica. "Nós somos italianos e nós não nos importamos sobre política e muito menos pela americana. Nós fazemos vestidos e se você acha que está fazendo política com um post, é simplesmente ignorante. Nós não precisamos dos seus posts ou comentários, então da próxima vez nos ignore", escreveu.

Além disso, usando ironia para atingir Miley Cyrus, ele acrescentou uma série de emojis com a hashtag "#boycottdolcegabbana". Nos últimos anos, a grife italiana se envolveu em polêmicas ao apoiar Melania, que tem constantemente vestido roupas da marca, fazer declarações contra a adoção de crianças por casais gays e até mesmo usarem peles de animais em suas roupas. No ano passado, a empresa também precisou pagar uma multa de € 500 mil (R$ 1,8 milhão) por sonegação fiscal, na Itália.

 

Fonte: IG Gente