ASSISTÊNCIA SOCIAL

Moradoras do CPA encerram curso do Projeto Qualifica 300

Redação 24 Horas News / | 06/06/2019 16:36:57

Ao longo deste ano, estão sendo ofertados cursos nas mais diversas áreas

José Ferreira

Mais uma turma do Projeto Qualifica 300 - Edição Mulher encerrou as aulas com 100% de aproveitamento. Moradoras assistidas pela Unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro CPA aprenderam técnicas para a produção de salgados assados e fritos.

Após 72 horas de cursos, 17 mulheres estão capacitadas para serem grandes empreendedoras no ramo alimentício.

Riquelle França de Jesus foi uma das participantes do curso. Ela, que já trabalha no ramo, com encomendas de doces e salgados para festas, ao saber da oportunidade, não perdeu tempo e correu para garantir a vaga. “Por mais que eu já trabalhe na área, o curso me deu muita bagagem, conhecimentos valiosos foram obtidos. Para exemplificar, aprendi que não precisa colocar muito trigo na massa para dar o ponto certo, o segredo é amassar bem, quanto mais sovada a massa, mais fina ela vai ficar”, contou.

“Se não tivesse essa chance não seria possível fazer, é muito caro. Já trabalho com artesanato, agora com o curso de salgado vou poder agregar as duas coisas. Sou mil e uma utilidades”, reforçou.

Sem esconder tamanha emoção misturada com a satisfação de ter tido a chance de participar do projeto oferecido pela Prefeitura, a aluna Lidiane Silva disse que o curso foi abençoado. “Aprendi massas diferentes com métodos diferentes, pra mim não tem nenhum ponto em especial, foi tudo maravilhoso. Hoje sou uma nova pessoa, novas amizades, aprendizados, o curso encerra, mas espero que todas nós consigamos empreender e ganhar uma renda extra. O meu muito obrigada a Prefeitura e a Dona Márcia Pinheiro pela excelente oportunidade”, declarou.

Estou muito contente com o resultado, disse a coordenadora. Durante todo o período em que as aulas foram ministradas pude perceber o perfil da turma. Em pouco tempo pode ficar visível o grau de competência de todas. “O Cras está de portas abertas, vocês agora, podemos dizer com toda segurança, serão nossas multiplicadoras. Poderão ajudar outras mulheres que não conseguiram participar”, reforçou Márcia.

Inovação, essa foi a palavra chave de encerramento repassada pelo professor José Carlos. Ser salgadeiro já tem muito por aí, frisou ele, o que precisa ser feito para destacar é inovar, buscar sempre colocar um recheio ou uma massa diferente em cada produto. “Ser diferenciado, uma marca registrada do produto. Tudo de técnica necessária foi repassada, vocês estão preparadas. Mulheres empreendedoras, esse é o slogan que dei para essa turma. Todas podem ir para o mercado de trabalho sem medo de ser feliz”, assegurou.

No último dia do curso elas prepararam várias qualidades de salgados fritos e assados como esfias, rissoles, saltenhas, quiches, pão italiano, coxinhas, bolinhos de bacalhau, pastéis, entre outros.

Ao longo deste ano, estão sendo ofertados cursos nas mais diversas áreas nas unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), tendo como principal objetivo profissionalizar a comunidade, nesse caso do projeto Qualifica 300, a edição é voltada para as mulheres, capacitando-as para o mercado de trabalho. 

O curso faz parte do Programa Qualifica 300 - Edição Mulher, idealizado pela primeira-dama Márcia Pinheiro e coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (Smasdh), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). 

A próxima turma de confecção de salgados será na Unidade do Cras do bairro Drº Fábio, a partir desta segunda-feira (09), período vespertino.