Por que "Novo Mundo" deu certo e "Pega Pega" deu errado?

| 25/09/2017 10:05:05

As duas novelas até tem algumas semelhanças, e contam com público parecido. Então por que uma é bem sucedida enquanto outra é um fracasso?

“Novo Mundo” chega ao fim nessa segunda-feira (25) como um sucesso. A novela tem bons índices de audiência para o horário e conseguiu recuperar os péssimos números deixados por sua antecessora “Sol Nascente”. Com uma mistura de ficção e retrato histórico brasileiro, a novela foi principalmente elogiada e agora dá lugar a “ Tempo de Amar ”, também de época.

Divulgação/TV Globo

"Novo Mundo" x "Pega Pega": mesmo com semelhanças, uma deu certo e a outra deu errado

Já “ Pega Pega ” não teve a mesma sorte e, há três meses no ar, já é um fracasso, mesmo com boa a udiência . Contemporânea, a novela tinha tudo para divertir no horário com uma história de “gato e rato” envolvendo um roubo milionário, mas os personagens sem graça e os diálogos bobos não agradam. Com um público alvo parecido, “ Novo Mundo ” e “Pega Pega” guardam algumas semelhanças, mesmo que não sejam tão fáceis de perceber. A diferença (além do óbvio visual, figurino, época, etc) é que uma é boa e a outra é ruim.

Parecidas, mas nem tanto

Se nos esforçarmos muito podemos ver alguns paralelos entre as duas novelas: ambas misturam fatos reais com ficção. No caso de “Novo Mundo”, trata-se do período histórico, enquanto em “Pega Pega”, a relação com a realidade fica única e exclusivamente no cenário, que se aproxima do famoso hotel Copacabana Palace. Além disso, os casais de protagonistas perdem espaço em ambas as tramas.

Protagonistas fracos

Potagonistas não tem química em
Divulgação/TV Globo
Potagonistas não tem química em "Pega Pega"

Mesmo com a química entre Isabelle Drummon e Chay Suede , o que deveria ser o casal principal da trama muitas vezes perdeu espaço para outros mais interessantes. Seja o próprio Joaquim com Elvira (Ingrid Guimarães), ou D. Pedro com Leopoldina (Letícia Colin) e Domitila (Agatha Moreira), o romance “impossível” ficou em segundo plano. Em “Pega Pega” o mesmo acontece com Eric (Mateus Solano) e Luiza (Camila Queiroz). O casal não convence e a história de amor deles é muito fraca.

Destaques inesperados

Com protagonistas sem graça, os coadjuvantes foram ganhando espaço. Na trama das 19h, o destaque é Maria Pia (Mariana Santos), uma das personagens mais bem desenvolvidas, ela ainda consegue ter nuances de bondade e maldade, lealdade e vilanismo. E o mérito é de Mariana, muito eficiente no papel.

Em “Novo Mundo”, Letícia Colin transformou Leopoldina em uma das favoritas do público que, independente da trama, torce por um final feliz da monarca. Letícia não é uma novata nas novelas, mas estava há anos sem um papel de destaque na TV. Ela sobe aproveitar o momento e, com uma boa personagem, agradou desde o começo.

Mistérios

Os “mistérios” de “Pega Pega” não pegaram. Primeiro, havia um ar de suspense em torno da relação entre Evandro (Paulo Vilhena) e Mônica (Julia Lund). Mas, as cenas não levavam a nada e quando o público descobriu por que a moça ficava escondida em casa, ninguém realmente se importou. Agora, a novela investe na morte de Mirella, ex-mulher de Eric. O marido prometeu nunca falar sobre o assunto, mas Luiza não para de investigar o caso. Ainda assim, o público não se engajou no mistério.

Já em “ Novo Mundo ”, havia uma certa curiosidade em relação ao pai de Anna, explorada aos poucos ao longo da trama. Sempre relembrando com carinho, Anna nunca desistiu de descobrir sobre seu passado e, quando finalmente descobriu que ele estava vivo, criou-se uma história interessante, que culminou no emocionante encontro de Edward (Ney Latorraca) com os filhos.

Novidades do elenco

Divulgação/TV Globo
"Novo Mundo" agradou com história do Brasil

É comum que personagens entrem em determinado momento da novela, depois de seu início. Irene Ravache como Sabine já havia sido anunciada desde o começo de “Pega Pega”, então sua chegada não chegou a ser uma novidade. Mas a mãe de Júlio ( Thiago Martins ), Arlete (Elizabeth Savalla) chegou de surpresa para tentar “salvar” a história de garçom, uma das mais fracas no folhetim. Pouco funcionou e só se salva os momentos em que a personagem cruza com Pedrinho (Marcos Caruso).

Já em “ Novo Mundo ”, além de Ney Latorraca, Heloísa Perissé surge ao lado da amiga e colega de longa data, Ingrid Guimarães. No que foi um encontro bem divertido, Heloísa se tornou uma atriz francesa que terá Elvira como camareira e a trata muito mal. Momento divertido para encerrar uma boa trama. mesmo com possíveis semelhanças, a novela das 18h foi muito mais eficiente que “Pega Pega”.

 

Fonte: IG Gente