Segundo vidente, Michael Jackson não morreu e deve aparecer este ano

| 27/07/2017 11:29:30

Barba Vanga previu o 11 de setembro e o tsunami que matou mais de 100 mil pessoas na Ásia

Reuters

Apesar de estar morta há mais de 20 anos, as previsões feitas pela vidente búlgara Barba Vanga, que falou do atentado do 11 de setembro, continuam ainda repercutindo na mídia. Isso porque, antes de morrer, Barba deixou previsões que, segundo ela, só vão acontecer daqui há alguns anos.

Em um de seus relatos, de acordo com informações do site Famosos na Web, ela disse que o cantor Michael Jackson, em determinado momento de sua carreira, iria fingir que morreu para conseguir paz.

Essa previsão foi feita muitos anos antes de anunciada a morte do cantor. Porém, ainda de acordo com a previsão da famosa vidente, chegaria um ponto em que o astro se cansaria do fingimento e iria aparecer. Esse momento seria justamente em 2017, contando a todos que está vivo.

Além do 11 de setembro, Barba também previu o tsunami que matou mais de 100 mil pessoas na Ásia. Entre outras previsões feitas pela vidente, ela disse que o Estado Islâmico deve passar a governar a Europa e os Estados Unidos irá travar uma guerra na tentativa de retornar o cristianismo.

Previsões futuras

Ela também falou que, em 2018, a China passará a ser a maior potência do planeta e que no ano de 2221, os humanos pela primeira vez irão ter um encontro extraterrestre. Este contato, no entanto, será completamente terrível.

Barba também contou que o avanço da tecnologia nos próximos anos será tão grande, que no ano 4599, seria descoberto pelos humanos uma espécie de fórmula para a imortalidade, porém, segundo ela, a fórmula não será o suficiente para evitar o fim do mundo, que acontecerá 500 anos depois, ou seja, em 5099.