Séries e filmes de sucesso podem ser proibidos no Brasil. Entenda

Projeto de lei do deputado Marco Feliciano proíbe qualquer manifestação artística que profane símbolos sagrados

| 06/10/2017 12:13:35
REPRODUÇÃO

O projeto de lei apresentado pelo deputado pastor Marco Feliciano, que proíbe a “profanação de símbolos sagrados” (PL 8615/2017) em qualquer manifestação artística, pode afetar profundamente a exibição de filmes e séries no Brasil.

Em um trecho da legislação proposta, proíbe-se que “a programação de TV, cinema, DVD, jogos eletrônicos e de interpretação – RPG, exibições ou apresentações ao vivo abertas ao público profanem símbolos sagrados”.

Dessa forma, séries como “The Handmaid’s Tale”, premiadíssima no Emmy 2017, “Supernatural”, “American Gods”, “Lucifer” e “Preacher” não poderiam exibidas no Brasil. O mesmo ocorreria com filmes como o polêmico “Mãe!” (2017), o premiado “Sangue Negro” (2008) e o divertido “Anjos e Demônios” (2009).

Ao apresentar o projeto na Câmara dos Deputados no início de setembro em regime de “prioridade’, Marco Feliciano afirmou que, de fato, o texto é “muito abrangente”, mas também é essencial para “proteger a sociedade” e “zelar pela moral e pelos bons costumes”.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News