Taylor Swift é absolvida de processo movido por radialista acusado de assédio

A cantora foi absolvida pela Justiça americana de um processo movido pelo radialista David Mueller, acusado por ela de assédio sexual

| 12/08/2017 11:15:06

Taylor Swift foi absolvida nessa sexta-feira (11) de um processo movido contra ela pelo radialista David Mueller . O DJ processou a cantora por ter falsamente o acusado de assédio sexual e ter causado sua demissão de uma rádio de Denver.

Taylor Swift e David Mueller no evento em que o radialista teria assediado a cantoraReprodução/TMZ

Taylor Swift e David Mueller no evento em que o radialista teria assediado a cantora

O caso de assédio aconteceu em 2013, quando Taylor Swift estava promovendo seu álbum "Red". Em um dos eventos, ela e Mueller se encontraram e a cantora acusou o radialista de ter apertado seu bumbum durante uma sessão de fotos. O DJ foi expulso pelos seguranças da artista e depois perdeu o emprego na rádio em que trabalhava.

Depois da acusação, David Mueller entrou na Justiça contra Swift, alegando danos morais. O DJ pediu US$ 3 milhões (R$ 9,5 milhões) de indenização. A cantora, então, entrou com uma ação contra o radialista.

No julgamento desta semana, a Justiça absolveu Swift, alegando que David Mueller não tinha provas de que ela foi a responsável por sua demissão. Entretanto, as ações do radialista contra a mãe da cantora e o diretor de promoções da rádio onde ele trabalhava poderão seguir, assim como a ação da artista contra ele.

Veja abaixo a repercussão do caso:

Desde que o julgamento começou, nessa segunda-feira (7), Taylor Swift ainda não se pronunciou sobre o caso. O processo seguirá na próxima segunda-feira (14).

 

Fonte: IG Gente

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News