APRESENTAÇÃO

Vila Bela da Santíssima Trindade e Pontes e Lacerda recebem exposição Olhares Ocultos, paisagens perceptíveis

Redação 24 Horas News | 07/11/2018 08:17:47

A Mostra fotográfica Olhares Ocultos, Paisagens Perceptíveis, do fotógrafo documentarista Henrique Santian foi contemplada pelo Edital Circula MT (2016) do Governo do Estado de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Cultura.

Chegando na reta final, a exposição Olhares ocultos, paisagens perceptíveis, desembarca em Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade nesta semana. O Fotógrafo Henrique Santian, já passou pelo Parque Indígena do Xingu, Santiago do Norte, Chapada dos Guimarães e Juína. A exposição que reúne imagens do acervo de Santian, apresenta ao público os biomas de Mato Grosso, e também as alterações que ocorrem nestes cenários.

No dia 08 de novembro, o Instituto Federal de Educação de Mato Grosso (IFMT), Campus Pontes e Lacerda, recebe a exposição. A parceria aconteceu a partir de uma conversa do fotógrafo com o professor Claudio Dias, que viu as informações sobre a exposição nas redes sociais. Em Vila Bela, a partir de 9 de novembro, o Palácio dos capitães generais de Mato Grosso, também abre as portas para que os moradores da região possam conhecer as 20 imagens selecionadas para a Mostra. A flexibilidade da montagem em diferentes locais ao mesmo tempo, se dá pela dinâmica proposta pelo projeto ao edital: Cada localidade visitada, receberá a doação das imagens expostas, constituindo assim, um acervo particular que poderá ser consultado e visitado nos próximos anos.

Para cada localidade por onde passou, uma nova experiência. Em Chapada dos Guimarães, a exposição foi montada ao ar livre, tendo na sua abertura o grupo CAMERATA JAZZ, tocando um repertório dos clássicos americanos do jazz e uma seleção brasileira de bossa nova e samba jazz. Na localidade, os transeuntes puderam contemplar o som e as imagens que estavam disponíveis aos que circulavam pelo espaço.Em Juína, participou do Juruena Vivo, um evento que valoriza o meio ambiente, em especial a importância das águas para a humanidade, além da exposição, Santian ofereceu a oficina fotográfica, que reuniu um expressivo número de jovens indígenas, o que democratiza o acesso as artes e a produção fotográfica.

A Mostra fotográfica Olhares Ocultos, Paisagens Perceptíveis, do fotógrafo documentarista Henrique Santian foi contemplada pelo Edital Circula MT (2016) do Governo do Estado de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Cultura. É composta por 20 imagens e traz as diferentes características dos biomas do estado de Mato Grosso, em especial o Cerrado, Amazônia, Araguaia e Pantanal. Ao fazer o registro fotográfico de ambientes naturais e em transformação, o fotógrafo traz como identidade em seu trabalho um olhar documental artístico, em questão propõe criar uma reflexão pelo antagonismo das imagens paralelamente apresentadas. O texto de apresentação da exposição é de Serafim Bertoloto e vale a pena ser lido no catálogo da exposição. O público, além de usufruir de momentos hedônicos, pela beleza das paisagens retratadas, poderá ultrapassar os momentos contemplativos em uma imersão de apelo ecológico pela preservação e conservação dos ecossistemas.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News