Corrida de kart com Massa, Barrichello e famosos acaba em briga feia na pista

| 17/12/2017 10:35:02

Um piloto da equipe de Felipe Massa foi agredido com socos e outros golpes por rival do time de Thiago Camilo no final da prova disputada em São Paulo

A prova 500 milhas de kart Granja Viana, que aconteceu em São Paulo no sábado (16) seria uma festa com pilotos famosos na pista, como Rubens Barrichello e Felipe Massa , mas acabou com uma briga feia, com pilotos rolando na pista. 

Leia também: Felipe Massa se despede da F1 com ponto e homenagens

Detalhes da briga feia entre pilotos nas 500 milhas de kart Granja Viana, em São Paulo
Reprodução/SporTV
Detalhes da briga feia entre pilotos nas 500 milhas de kart Granja Viana, em São Paulo


Na prova, diversos famosos correram e comandaram equipes em 12 horas de corrida de kart. A grande confusão aconteceu já na reta final, faltando 18 voltas para a bandeirada. Tuka Rocha, que fazia parte do time de Thiago Camilo, piloto da Stock Car, e Rodrigo Dantas, da equipe de Felipe Massa, se envolveram em um acidente que acabou na lamentável  briga

Rocha brigava pela liderança e, ao tentar uma ultrapassagem, foi bloqueado por Dantas, que naquela volta era retardatário, apesar de o time de Massa ainda estava na disputa pelo título. Os karts se tocaram, pararam e aí começou a confusão. 

Leia também: Peladona, Neymar, mortes, polêmica... as notícias campeãs de audiência de 2017

O que se viu pela transmissão oficial que é Rocha reclama da ação de Dantas e o piloto do time de Massa parte para cima do rival. Dantas dá socos, empurra e imboliza Rocha na pista na Granja Viana. Os demais pilotos passam pelo dois e fazem gestos, indicando a pancadaria. Veja o vídeo com toda a confusão: 


Vergonha, tristeza e desclassificação

Com toda a confusão, tanto o time de Thiago Camilo quanto o de Felipe Massa acaram desclassificados. Depois da prova, a equipe da Sportv tentou falar com Rodrigo Dantas, mas ele não quis papo. Já Tuka Rocha desabafou e deu detalhes do que aconteceu na pista. 

"O cara começou a frear, veio para cima de mim, enganchou atrás. Eu fui falar para ele que ele era um covarde e o cara veio bater em mim. Essa é a coisa mais feia que eu já vi no automobilismo. Era dó disputar a corrida eu e ele. Foi vergonhoso. É coisa de amador o que estava acontecendo aqui hoje". 

Leia também: Piloto brasileiro de 15 anos entra para academia da Ferrari

Rocha também insentou Massa de qualquer culpa no incidente. "A disputa tinha que ser entre eu e ele o Massa, eu tenho certeza que não foi ele que mandou fazer isso", afirmou Rocha. 

Massa também falou sobre a briga à reportagem do canal. "Sentimento de tristeza, para falar a verdade. O que fizeram com a gente no começo [karts do time de Camilo teriam tentado jogar Massa para fora da pista] era para ter desclassificado de cara os caras. Eu estava acenando "desclassifica". E é totalmente correto me desclassificar também porque o que minha equipe fez é tristeza (sic)". 

O ex-piloto da Williams também disse que nunca havia presenciado uma cena dessas no automobilismo e completou: "Não acredito que a venha aqui para fazer uma brincadeira e uma corrida vira dessa maneira? Que isso! Tristeza". 

Depois de toda a briga e com as punições, o time de Rubinho Barrichello, que contava com o experiente piloto e o filho, venceu as 500 milhas. 



ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News