PUNHOS DE FERRO

Cuiabá será ''a casa'' do boxe no mês de setembro

Redação 24 Horas News | 09/09/2017 01:25:26

A pesagem oficial dos atletas está programada para ocorrer no dia 18.09, das 07 às 09h

O 10º Campeonato Brasileiro Masculino Cadete, o 15º Campeonato Brasileiro Feminino Elite e o 2º Campeonato Brasileiro Feminino Juvenil serão realizados, de 17 a 24 de setembro, no Complexo Esportivo Gustavo Cid Nunes Cunha, no bairro Lixeira, em Cuiabá. E o evento, que é organizado pela Federação Mato-grossense de Boxe (FMB) terá a participação de cerca de 500 atletas e técnicos.

De acordo com o presidente da federação de boxe (FMB), Sebastião Borges, essa será a terceira vez que a capital mato-grossense recebe eventos nacionais de boxe. Segundo ele, a primeira vez foi no ano de 2008 e a segunda foi em 2016. E a chegada das equipes está programada para o dia 17.09, a partir das 14h, no Hotel Abudi Palace, em Cuiabá, e, logo após, às 19h30, haverá um Congresso Técnico, que é quando técnicos e organizadores se encontram para alinhar regras.

“Cuiabá é conhecida por ter uma população hospitaleira e isso influenciou positivamente na decisão de escolhê-la como sede. Virão cerca de 500 pessoas e isso se refletirá em serviços de hotelaria, alimentação e transporte. E esperamos também a presença de várias autoridades, como representantes da Associação Internacional de Boxe (AIBA) e da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe). Com expectativa de público de 1 mil torcedores”, diz Sebastião Borges.

Uma das lutadoras que representará o estado de Mato Grosso é Raquel Amaral Miranda, uma atleta de 22 anos, nascida no município de Juara, de 75 kg e com 1.62m de altura. Ela já foi por duas vezes campeã estadual de boxe e foi uma vez vice-campeã brasileira de boxe, na categoria Elite. E, segundo ela, que é filha de agricultores rurais, o pugilismo é uma paixão, mas tem sido duro enfrentar viagens, de 800 km ou mais, para competir em Cuiabá ou em outros estados.

“Este campeonato é de grande importância para todos os atletas. Eu treino o ano todo e estou preparada para lutar. Vou competir e vou vencer em nome da minha cidade, Juara, que me incentiva o tempo todo. E também em nome do meu estado de Mato Grosso. E agradeço ao meu técnico, Eduardo Zimmerman por me treinar e me desenvolver no boxe”, conta Raquel.