Deschamps aposta em Zidane como seu sucessor na seleção francesa

Ig Esportes | 21/03/2019 14:40:05

Para o treinador campeão mundial em 2018, é natural que o atual técnico do Real Madrid venha a assumir o seu cargo no futuro

Didier Deschamps, técnico da seleção francesa, afirmou em entrevista concedida para o "L'Équipe", que Zinedine Zidane, treinador do Real Madrid deve ser o seu substituto no comando dos bicampeões do mundo.

"Algum dia, ocupará este posto. Não sei quando. Poderia ter sido antes, pode ser depois. Não sei. Me parece lógico para ele, como talvez tenha sido para mim. Ele fará isso, mas não acredito que seja um problema atual dele. Também não é meu", disse Deschamps sobre a possibilidade de Zidane assumir a seleção francesa.

Desde 2012 treinando a França, Deschamps não falou sobre seus planos para deixar o cargo, apenas que espera que aconteça "o mais tarde possível".

Questionado sobre o mau momento vivido por Raphael Varane e Samuel Umtiti, zagueiros titulares na conquista da Copa do Mundo de 2018 na Rússia, o comandante demonstrou confiança na dupla.

"Sei do que são capazes. Pode ser que, de forma pontual, haja momentos piores, pois, não podem estar oito meses no nível máximo. São jogadores essenciais, acostumados com a competição de alto nível".

O ano de 2019 começou para as seleções de futebol masculino ao redor do mundo com uma novidade brilhante na França. Para comemorar a conquista da Copa do Mundo da Rússia, no ano passado, Paul Pogba resolveu presentear seus companheiros de equipe com um anel de diamantes. 

O meia do Manchester United repete uma tradição de ligas como a NBA e a NFL que entrega anéis de campeões para os donos dos títulos. O ‘presente’ de Paul Pogba teve ajuda de Antonie Griezzman e custou 12 mil dólares (R$ 45 mil na cotação atual) cada unidade e foi comemorado pelos jogadores da seleção francesa.