Harry Kane marca nos acréscimos e salva Inglaterra de tropeço contra Tunísia

| 18/06/2018 16:40:03

Inglaterra pressionou logo a partir do primeiro minuto, chegou abrir o placar aos 10 minutos, levou empate e apenas marcou o gol da vitória no final

A Inglaterra quase entrou nas estatísticas ao ser mais uma favorita a decepcionar na primeira rodada da Copa do Mundo . Contra a Tunísia , a seleção da terra da raínha envolveu o adversário a partir do primeiro minuto de jogo, abriu o placar logo aos 10 minutos, mas sofreu o empate e não conseguia criar novas oportunidades. O gol da vitória saiu apenas nos minutos finais.

Tunísia x InglaterraFIFA/ Divulgação

Tunísia x Inglaterra

O nome do jogo foi o artilheiro Harry Kane , que marcou os dois gols da Inglaterra . Aos 10 minutos, mostrou bom posicionamento para pegar rebote do goleiro Hassan após grande defesa. Aos 46 do segundo tempo, completou de cabeça o escanteio que foi desviado por Maguire na primeira trave. O gol da Tunísia veio após pênalti infantil do zagueiro Walker, cobrado por Sassi. 

O jogo

Tunísia x Inglaterra
FIFA/ Divulgação
Tunísia x Inglaterra

A Inglaterra começou a partida se aproveitando a superioridade técnica de seus jogadores e partindo para cima da Tunísia. Logo aos 2 minutos de partida, Henderson encontrou Dele Alli pela lateral do campo. O meia do Tottenham, cruzou rasteiro buscando Sterling. A defesa tunisiana faz o corte parcial, mas a bola sobra com Lingard, que chegou batendo e Hassen teve que fazer seu primeiro milagre do jogo.

No minuto seguinte, o goleiro contou com a sorte. Dele Alli avançou pelo meio e deu lindo passe para Lingard, que foi até o fundo e fez um cruzamento rasteio. A bola passou por toda a área e caiu nos pés de Sterling, na seguntra trave. Sozinho e sem goleiro, o meia se atrapalha, não consegue finalizar e acaba empurrando a bola pela linha de fundo. Incrível a chance perdida.

Depois de perder muitas oportunidades, a Inglaterra conseguiu abrir o placar aos 10 minutos. Depois de cobrança de escanteio, Stones mandou de cabeça e Hassen voou no canto e praticamente tirou a bola de dentro do gol. No entanto, ela caiu nos pés de Harry Kane, quemostou oprtunismo e só empurrou para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do artilheiro em grandes competições peça seleção: o atacante tinha passado em branco no Europeu Sub-21, em 2015, e também na Euro 2016.

Depois de sofrer o gol, o goleiro Hassan foi substituído devido a uma lesão no ombro direito. Mesmo machucado, o arqueiro fez a linda defesa que quase evitou o gol de Kane.

Com a vantagem no placar, a Inglarerra se acomodou. Parece que a equipe estava pensando que conseguiria fazer o segundo e o terceiro na hora que quisesse e se limitou a ficar trocando passes. 

O que eles não esperavam, aconteceu aos 32 minutos. Depois de cruzamento na área, Walker abriu os braços desnecessariamente, atingiu o rosto de Ben Youssef e o arbitro marcou pênalti para a Tunísia. Na cobrança, Sassi cobrou bem no canto de Pickford, que acertou o canto, chegou a encostar na bola, mas não evitou o gol de empate.

Sem ter a liderança no placar, a Inglaterra se lançou ao ataque novamente. Aos 38 minutos, Dele Alli disputou a bola no alto e ela ia entrando, mas Ben Youssef subiu de cabeça e tirou em cima da linha. No rebote, Sterling emendou uma bicicleta, mas não acertou a bola, que sobrou para Maguire. No entanto, o zagueiro mostrou toda a sua falta de habilidade ofensiva e furou um chute fácil. Mais uma chance inglesa desperdiçada.

O time da raínha ainda teve outra chance de terminar o primeiro tempo na liderança do placar. Lingard foi lançado aos 43 minutos. Sozinho dentro da área, o meia tocou na saída do goleiro Ben Mustapha, mas a bola foi bem devagar até bater na trave e sair.

A Tunísia voltou melhor defensivamente para a segunda etapa. A seleção se compactou e dificultou a criação da Inglaterra na volta do intervalo. Mesmo dominando as ações e a posse de bola, a seleção que inventou o futebol não estava tendo a mesma liberdade para conseguir oportunidades de gol.

Sem conseguir criar nenhuma jogada, a Inglaterra se limitava a trocar passes na intermediária. Aos 22 minutos, Gareth Southgate colocou o jovem Rashford no lugar de Sterling para tentar ser mais incisivo.

A primeira chance inglesa na segunda etapa veio apenas com uma cobrança de falta, aos 33 minutos. Dele Alli foi derrubado perto da área. Todos os 10 jogadores de linha da Tunísia ficaram na barreira, mas Ashley Young cobrou para fora e disperdiçou a oportunidade.

No entanto, o favoritismo da Inglaterra se confimou nos acréscimos. Aos 46 minutos do segundo tempo, Maguire desviou a cobrança de escanteio na primeira trave e Harry Kane estava novamente no lugar certo para completar de cabeça e marcar o gol inglês que fez até a rainha comemorar.

 

Never in doubt.

Uma publicação compartilhada por England (@england) em

Com o resultado, a Inglaterra ficou com os mesmos três pontos da Bélgica no Grupo G, mas fica em segundo pelo saldo de gols. A Tunísia está em terceiro e o Panamá é o lanterna, ambos sem pontuar na primeira rodada.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News