NÃO FOI JOGAR

Irregular, Juara não vai a campo e Sinop é declarado vencedor por W.O

Redação 24 Horas News | 20/01/2019 14:11:23

O Sinop, pontualmente às 11 horas entrou gramado para a partida. A arbitragem também e às 11h30 foi decretada a vitória sinopense por W.O, um fato lamentável que marca a rotina do futebol mato-grossense.

Como já haviamos informado no sábado, não houve jogo na manhã deste domingo, no estádio Gigante do Norte, em Sinop. O adversário do Sinop, o Juara, debutante da Primeira Divisão do Futebol Mato-grossense não compareceu para o compromisso que marcava a estreia das duas equipes na competição. A diretoria já havia informado que não havia como mandar um time com jogadores irregulares, uma vez que a Confederação Brasileira de Futebol não inscreveu seus jogadores no Boletim Informativo Diário.

O Sinop, pontualmente às 11 horas entrou gramado para a partida. A arbitragem também e às 11h30 foi decretada a vitória sinopense por W.O, um fato lamentável que marca a rotina do futebol mato-grossense.

O presidente do Juara, Vicente Antônio de Souza, não esteve em Sinop, mas em conversa com a reportagem disse que se sentia tranquilo e que não poderia participar de uma farsa mandando sua equipe disputar esta primeira partida do campeonato. Segundo ele, a diretoria fez todos os procedimentos corretos e a lamentar apenas a posição da CBF que, segundo ele, não cumpriu com a obrigação de registrar os atletas.

Agora a Federação Mato-grossense de Futebol deverá dar um posicionamento na segunda-feira sobre o caso. Vicente de Souza espera que tanto a entidade quanto o Tribunal de Justiça Desportiva sejam complacente com a agremiação, pois a responsabilidade no caso pertence a CBF. “Vamos entrar com um recurso na FMF. Pedir que marquem este jogo para uma nova data. Nós fomos honestos. Não jogamos porque nossos atletas estavam irregulares. Fizemos tudo certo. Não tivemos o mesmo compromisso da CBF. Não somos culpados. É melhor não ir do que melar o campeonato com jogadores irregulares”, justificou.