FORA DO CLUBE

Júnior Todinho é dispensado pelo Cuiabá e não fica para a 2020

Jornalista Jonas Jozino | 26/11/2019 15:54:27

A rescisão de contrato do artilheiro Todinho, que estava fora do time devido a problemas de contusão foi publicada nesta semana no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol – CBF -.

Artilheiro do time na temporada, Júnior Todinho, o homem gol, não faz mais parte do plantel do Cuiabá, que na semana passada conquistou a Copa Verde e encerra sua participação neste ano no sábado jogando na Arena Pantanal como o Vila Nova pela Série B. O jogador foi desligado do clube nesta semana, após ter se envolvido em um escândalo com mulheres e que já havia provocado a demissão do atacante Gilmar.

 A rescisão de contrato do artilheiro Todinho, que estava fora do time devido a problemas de contusão foi publicada nesta semana no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol – CBF -.

A diretoria do Cuiabá não quis confirmar os motivos da dispensa do jogador, alegando apenas que foi uma decisão em comum acordo e que Todinho inclusive estuda propostas para novas agremiações, principalmente fora de Mato Grosso. Nos bastidores do clube, entretanto, a conversa era bem outra. Um funcionário revelou, sob a condição de anonimato que Todinho e Gilmar tinham sido acusados de assédio sexual a uma jovem de 20 anos, torcedora do clube.

 Na acusação, a jovem aponta também o goleiro Paulo Henrique, que continua treinando com os demais atletas e ainda não foi procurado pela diretoria para saber se vai permanecer no clube.

 Todinho, após marcar seis gols e de destacar no time principal estava no departamento médico devido a uma fratura de mandíbula. Portanto, segundo este funcionário, deveria estar em tratamento, não indo a festas e reuniões em locais não aceitáveis a um jogador profissional.