Nenhum dos grandes times paulistas tem alojamentos totalmente regularizados

Ig Esportes | 19/02/2019 08:20:02

Veja como estão as situações dos alojamentos das categorias de base nos quatro grandes clubes do estado de São Paulo

Nenhum dos quatro times paulistas considerados grandes - São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos - está com seus centros de treinamentos e alojamentos para atletas totalmente regularizados no que se refere à questão da segurança.

Na semana passada, a prefeitura da capital estipulou um prazo de 90 dias para realizar um processo de inspeção, avaliação e, se for o caso, interditar os locais inadequados dos times paulistas.

Na última quinta-feira (14), parte do centro de treinamento da Portuguesa foi interditada em razão da falta de segurança nas instalações. Foram interditados o bloco onde funcionam a lavanderia e os vestiários do CT, localizado na Rodovia Ayrton Senna. Os alojamentos do local estão desativados.

Fiscalização nos times paulistas

Na tarde da última terça-feira (12), os clubes foram notificados sobre a obrigatoriedade de manter todos os alojamentos dentro das condições adequadas. A prefeitura da capital deflagrou uma ação para intensificar as fiscalizações nos alojamentos de cada time.

"Todos os clubes que não estão com as suas atividades em sintonia com a legislação foram orientados a suspender o funcionamento desses alojamentos imediatamente para que seja feita uma avaliação", disse Carlos Bezerra Jr., secretário municipal de Esportes e Lazer.

Palmeiras

Até a última semana, o Palmeiras utilizava casas nas proximidades do Allianz Parque, em Perdizes, na zona oeste da capital, para alojar atletas de suas categorias de base. Após a notificação da prefeitura, retirou os garotos do local e os transferiu para hotéis da região.

"O Palmeiras decidiu hospedar os atletas das categorias de base em um hotel da capital paulista. O Departamento de Futebol Profissional também seguirá as instruções dos órgãos pertinentes, com as respectivas orientações técnicas de adequações que vierem a ser solicitadas", destacou o clube em nota oficial.

Corinthians

O Corinthians mantém os atletas com idade entre 14 e 17 anos alojados em uma casa na região do Parque São Jorge, no Tatuapé, zona leste da capital. O local ainda não foi totalmente adequado.

"A moradia, limitada a 35 adolescentes, passa por algumas adaptações - como a instalação de aspersores de água 'sprinklers' - de forma a adequá-la, em 10 dias, à categoria da licença obtida para uso do local", disse o clube alvinegro em nota emitida na semana passada.

São Paulo

O São Paulo está em dia com a documentação de segurança do seu Centro de Treinamento em Cotia, na Grande São Paulo, onde ficam alojados os atletas da base. No entanto, o clube ainda está regularizando a situação de seu CT na Barra Funda, zona oeste da capital, usado predominantemente pela equipe profissional.

Na noite da última terça-feira (12), por causa da notificação da prefeitura, a equipe profissional chegou a ser transferida do CT da Barra Funda para o CT de Cotia, onde passaram a noite e fizeram os últimos preparativos antes da partida contra o Talleres, da Argentina, pela Copa Libertadores, que ocorreu no dia seguinte.

"A Diretoria de Infraestrutura do São Paulo Futebol Clube informa que tem em curso o processo de renovação da documentação pertinente ao CT da Barra Funda e que tem vigentes os documentos que se referem ao CFA [Centro de Formação de Atletas] de Cotia", disse em nota.

Santos

O Santos aloja parte dos atletas de suas categorias de base no Estádio Urbano Caldeira (categorias Sub-15 e Sub-17), na Vila Belmiro, em Santos, e na Casa Meninos da Vila (Sub-20), imóvel localizado nas proximidades. Não há alojamento no CT Meninos da Vila, usado pelas categorias de base do clube.

O alojamento da Vila Belmiro está com a documentação de segurança em dia. Já a Casa Meninos da Vila se encontra em processo de regularização para a emissão do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

"Todas as instalações foram rigorosamente vistoriadas por engenheiro civil e de segurança do trabalho. Em função da trágica ocorrência no Ninho do Urubu, as inspeções foram intensificadas, visando a garantir total segurança de nossas promessas", informou o Santos, um dos times paulistas que estão sendo inspecionados.