DEFESA ESPORTIVA

UFMT recebe palestra sobre técnicas de defesa pessoal

Redação 24 Horas News / | 10/10/2018 15:25:38

Krav Maga é a modalidade que permite a qualquer pessoa, independentemente de seu sexo, idade ou força física, se defender

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Gerência de Projetos Esportivos e Lazer (GPEL), vinculada à Coordenação de Extensão da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), promove no dia 22 de outubro uma palestra com o israelense Grão Mestre Kobi Lichtenstein, introdutor do Krav Maga no Brasil. A atividade acontece a partir das 19h30 no auditório do Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia (Musear). A entrada é gratuita e o evento é aberto a alunos e a não praticantes.

Com o aumento dos índices de violência nas cidades, as pessoas cada vez mais procuram por maneiras de sentirem-se mais seguras. A partir daí, muitas dúvidas surgem: devemos reagir a uma agressão? Sou capaz de me defender de um agressor maior ou mais forte do que eu? O que fazer se ele estiver armado? Mulheres são necessariamente as vítimas mais frágeis? Essas questões serão abordadas por Kobi Lichtenstein, que é a faixa preta – 8º Dan de Krav Maga.

Grão Mestre Kobi iniciou seus treinamentos de Krav Maga em Israel, aos três anos de idade, com o criados da modalidade, Imi Lichtenfeld e foi o primeiro faixa-preta de Imi a sair do Estado de Israel para difundir a modalidade pelo mundo. Chegou ao Brasil em 1990, onde fundou e hoje dirige a Federação Sul Americana de Krav Maga, única representante oficial da modalidade no Brasil, México e Argentina e detentora da marca no Brasil.

Um dos pontos que ele vai abordar é: devemos ou não reagir? O Grão Mestre Kobi explica que tudo o que uma pessoa faz quando é atacada é considerado uma reação. O Krav Maga trabalha sobre o controle dessa reação e, ainda segundo ele, o treinamento adequado nos dá a possibilidade de controlar nossas reações e de agirmos dentro de nossa área de segurança.

Outra importante questão: o Krav Maga torna as pessoas mais violentas? Segundo o Grão Mestre, ao contrário do que se pensa, o praticante não é uma pessoa mais violenta e sim mais atenta e preparada para controlar suas reações. E que, muitas vezes o autocontrole do praticante faz com que o momento do ataque possa ser mais calmo e menos tenso, evitando sobressaltos, tiros disparado etc.

No mesmo dia, o Grão Mestre Kobi Lichtenstein, que supervisiona pessoalmente a prática e a divulgação do Krav Maga no Brasil, na Argentina e no México, realizará exame de graduação dos alunos da Federação Sul Americana de Krav Maga que praticam a modalidade em Mato Grosso. 

É ele quem aplica, pessoalmente, os exames de graduação de cada um de seus alunos, dentro e fora do Brasil. “Krav Maga não é um esporte, é uma arte de defesa que lida com a vida das pessoas e com esse cuidado, conseguimos garantir a qualidade do Krav Maga que é ensinado pelos profissionais habilitados pela Federação”, afirma Grão Mestre Kobi.

Krav Maga

Desenvolvido na década de 40, por Imi Lichtenfeld , o Krav Maga é a modalidade que permite a qualquer pessoa, independentemente de seu sexo, idade ou força física, se defender de agressões vindas de uma ou mais pessoas, armadas ou não.

Com respostas simples, rápidas e objetivas para situações de violência do dia a dia, o Krav Maga é mundialmente reconhecido como defesa pessoal e não como arte marcial.

Do ponto de vista físico, o princípio desta modalidade de defesa é que os exercícios sejam exequíveis por qualquer pessoa, em seu ritmo próprio, respeitando o limite de seu corpo. Emocionalmente, o Krav Maga forma pessoas mais seguras. Para se enfrentar situações de risco é preciso capacidade mental e isso se adquire por meio de práticas orientadas pelo instrutor.

A prática também influencia no comportamento. Atenção, disciplina e seriedade, saber diferenciar o certo do errado, usar o autocontrole, tudo isso é praticado. O resultado de tudo extrapola os treinamentos e se reflete na qualidade de vida das pessoas. Hoje, civis e militares adotam o Krav Maga no mundo inteiro por sua eficiência.

A palestra também contará com a participação da instrutora Taísa Guimarães, habilitada pela Federação e responsável pela difusão da modalidade em Mato Grosso e contará com exercícios de defesa contra roubo de bolsa, puxão de cabelo, agressão, estrangulamento, situação de estupro, entre outras.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News