Bolsonaro determina revisão de contratos culturais da Petrobras

Guilherme Waltenberg | 21/04/2019 10:35:05

Desde que se lançou candidato á Presidência, Bolsonaro é crítico das políticas de incentivo à cultura no país

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, em sua conta pessoal no Twitter, que determinou a revisão de contratos vigentes da Petrobras ligados à cultura. “A ordem é saber o que fazer com bilhões da população brasileira”, disse o presidente.

“Respeitando a aplicabilidade do dinheiro público, determinamos a revisão dos contratos vigentes e possibilidades futuras da Petrobras ligados ao setor que alguns dizem ser de cultura. A ordem é saber o que fazem com bilhões da população brasileira”, escreveu.

Desde que se lançou candidato á Presidência, Bolsonaro é crítico das políticas de incentivo à cultura no país. A Lei Rouanet, por exemplo, foi alvo de diversas críticas tanto do presidente quanto dos seus filhos.

Na última semana, em consonância com as premissas do governo, a Petrobras anunciou que deixaria de patrocinar o Festival de Brasília, mais antigo evento de cinema do Brasil, e o Clube do Choro, tradicional espaço dedicado ao ritmo musical na capital federal.

A Petrobras foi a principal patrocinadora do Festival de Brasília nas últimas 11 edições. Ano passado, o evento recebeu R$ 600 mil. Desde 2017, os prêmios de júri popular levam o nome da estatal, fornecendo quantias em milhares de reais para ajudar no lançamento dos filmes favoritos do público.

O próprio presidente Jair Bolsonaro já havia anunciado essa medida em fevereiro.

 

Jornalista: Guilherme Waltenberg