Bolsonaro quer levar fundo do audiovisual da Ancine para a Cidadania

Manoela Albuquerque | 23/07/2019 19:20:25

Porta-voz afirmou que questão está sendo analisada pela área jurídica da Casa Civil e negou que o presidente queira censurar a agência

Igo Estrela/Metrópoles

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, afirmou na noite desta terça-feira (23/07/2019) que o governo estuda a possibilidade de transferir o Fundo Setorial do Audiovisual da Agência Nacional do Cinema (Ancine) para a Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania. 

Nesse contexto, Rêgo Barros negou que haja intenção do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de censurar conteúdos com apoio da agência. “O presidente não censurará filmes patrocinados pela Ancine. No entanto, o governo também não patrocinará filmes que atentem contra os valores éticos e morais que são tradicionais da nossa sociedade”, declarou.

De acordo com o porta-voz, o assunto está em análise pela Subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil. A transferência da diretoria da Ancine do Rio de Janeiro para Brasília, por sua vez, já foi confirmada pelo governo.

CelebridadesBruna Surfistinha para Bolsonaro: “Cuide da moral da própria família”O filme baseado na vida dela é uma adaptação do livro O Doce Veneno do Escorpião e foi visto por mais de 2 milhões de pessoas nos cinemas

Jornalista: Manoela Albuquerque