Bolsonaro sobre tragédias: "Somos um povo que supera as dificuldades"

Metrópoles | 12/02/2019 12:50:02

Presidente está internado em São Paulo depois de passar por uma cirurgia no intestino e fez uma publicação com tom de esperança no Twitter

Enviada especial a São Paulo (SP) – O presidente Jair Bolsonaro (PSL), internado em São Paulo depois de uma cirurgia no intestino, publicou no Twitter uma mensagem de motivação aos brasileiros na tarde desta terça-feira (12/2). “Difícil não se afetar diante de tantas tragédias seguidas em tão pouco tempo, mas não devemos de maneira alguma perder nossa fé e esperança. Faz parte de nossa identidade. Somos um povo que supera as dificuldades”, disse o presidente.

A postagem foi feita depois de o país vivenciar, em menos de um mês, o desastre em Brumadinho, os estragos causados pela chuva no Rio de Janeiro, o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo e a morte do jornalista Ricardo Boechat.

O presidente está em tratamento depois de ter sido submetido a uma cirurgia no intestino, no dia 28 de janeiro. Na ocasião, foi retirada a bolsa de colostomia usada pelo político desde o atentado à faca sofrido na campanha eleitoral, em setembro de 2018. Durante a internação, ele conduz o Executivo federal de um gabinete improvisado ao lado do quarto onde se recupera.

Bolsonaro recebeu alta da unidade de tratamento semi-intensiva e passou a se alimentar somente pela via oral na segunda-feira (11/2), segundo o boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein. A expectativa é de que ele tenha alta médica entre quarta e sexta-feira.

Procedimento cirúrgico

O procedimento realizado em 28 de janeiro foi comandado pelo médico gastroenterologista Antonio Luiz Macedo. Bolsonaro está internado desde o dia 27 e deve permanecer no hospital até a completa recuperação. Até 29 de janeiro, o general Hamilton Mourão comandou o Palácio do Planalto como presidente em exercício.

Essa foi a terceira vez que Jair Bolsonaro passou por uma cirurgia desde que levou uma facada na barriga, no dia 6 de setembro de 2018. O atentado aconteceu durante agenda da campanha presidencial em Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo, responsável pelo crime, foi preso minutos depois e está detido no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS).

Jornalista: Manoela Albuquerque