TURISMO

Chapada está na rota de alternativa para férias de aventuras

Segundo a Organização Mundial do Turismo, a expansão do segmento está entre 15% e 25% ao ano

Redação 24 Horas News | 17/07/2017 17:22:24
Chapada dos Guimarães ganha cadeira de rodas adaptada para aventura

Uma boa opção para aproveitar as férias de julho é visitar um dos 73 parques naturais espalhados pelo País. As unidades de preservação foram consideradas pelo Fórum Econômico Mundial (FEM) como a melhor oferta de atrativos naturais do mundo, pois abrigam uma vasta diversidade de fauna e flora. Só no ano passado, mais de sete milhões de turistas visitaram as áreas. 

A procura pelo turismo de natureza é uma tendência mundial. Segundo a Organização Mundial do Turismo, a expansão do segmento está entre 15% e 25% ao ano. Além disso, uma resolução das Nações Unidas reconheceu o turismo sustentável como ferramenta para viabilizar economicamente a proteção de unidades de conservação, bem como para o desenvolvimento local.

Conheça alguns parque espalhados pelo Brasil:

Chapada dos Guimarães – Mato Grosso

Sítios arqueológicos, grandes paredões de arenito e diversidade de fauna e flora fazem parte das atrações da Chapada dos Guimarães. A Cachoeira Véu da Noiva é um dos atrativos principais e conta com 86 metros de altura, que podem ser avistados de um mirante.

Chapada dos Guimarães ganha cadeira de rodas adaptada

Parque Nacional da Tijuca – Rio de Janeiro

tijuca

O número um no ranking de visitantes abriga o corcovado e o Cristo Redentor. As florestas do local são resultado do primeiro grande projeto mundial de reflorestamento, iniciado em 1861. No passado, a produção de carvão e café dizimaram quase toda a mata. Começou, então, um processo de desapropriação das fazendas e replantio de 100 mil árvores. Atrações como o Circuito do Vale Histórico, o Lago das Fadas, as Grutas e a Pedra Bonita fazem parte do roteiro de quem busca o parque como destino. 

 Parque Nacional da Serra dos Órgãos – Rio de Janeiro

olhos

Também no Rio de Janeiro, os turistas podem aproveitar o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, muito procurado para a prática de esportes radicais. Além de escaladas no Dedo de Deus e Agulha do Diabo, há também trilhas com mais de 200 quilômetros e vários graus de dificuldade, além dos banhos de cachoeira.

Parque Nacional do Itatiaia – Minas Gerais

itatiaia

Já na divisa entre o estado do Rio de Janeiro e Minas Gerais, o Parque Nacional de Itatiaia, o primeiro do Brasil, fica na Serra da Mantiqueira e abriga o Pico das Agulhas, um dos mais altos do País, com 2,8 mil metros, além de atrações como o Maciço das Prateleiras, o Vale do Aiuruoca, a Pedra do Altar e o Mirante do Último Adeus.

Parque Nacional do Iguaçu – Paraná

cataratas

O segundo parque mais visitado do Brasil abriga a Mata Atlântica da Região Sul, além das grandiosas Cataratas do Iguaçu. O local foi instituído, em 1986, como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO e tem como opões de lazer trilhas, passeios de botes e voo de helicóptero. Restrições de acessibilidade não são empecilho para o turista que busca adrenalina, pois o parque tem atrações acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida ou em cadeira de rodas.

Parque Nacional de Jericoacoara – Ceará

jericoacoara

No Ceará, a opção é o Parque Nacional de Jericoacoara, que permite não só turismo de natureza, mas também é espaço para pesquisas científicas e apreciação das formações rochosas. O local também conta com praias e passeios nos manguezais. 

Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha – Pernambuco

fernando de noronha

As praias e piscinas naturais com águas verde-esmeralda são um dos encantos do parque. Elas oferecem mergulhos no fundo do mar e uma visão de animais marinhos como polvos, lagostas, raias, tubarões e uma variedade de peixes. Para quem nunca viu golfinhos ou tartarugas de perto, essa é uma oportunidade.

Parque Nacional de Brasília – Distrito Federal

parque_bsb

A capital federal também oferece aos turistas atrações naturais, como o Parque Nacional, que dispõe de piscinas, trilhas, cachoeiras e rios. O parque foi fundado junto à cidade para assegurar a preservação de corpos d'água que cortam a região.

Parque Nacional Aparados da Serra – Rio Grande do Sul

aparados

Sentir-se pequeno em meio aos paredões verticais de até 700 metros do Cânon Itaimbezinho é uma das sensações que o turista terá ao visitar o Aparados da Serra. Ao longo das trilhas do Vértice, Cotovelo e do Rio do Boi estão a Mata Atlântica e a Floresta de Araucárias, belezas naturais que enriquecem o passeio.

Nacional de São Joaquim – Santa Catarina

joaquim

Rochas vulcânicas de 133 milhões de anos fazem parte da história do Parque de São Joaquim. O local foi criado para proteger a Mata de Araucárias e tem como cartões-postais a formação rochosa Pedra Furada e o Morro da Igreja, ponto mais mais alto da região, com 1.822 metros. Do Morro, o turista consegue observar a imensidão do parque.  

(Com informações do Ministério do Turismo)


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News