Gesto nobre: cobrador do DF ajuda cego a entrar em ônibus diariamente

Jak Spies | 18/08/2019 06:20:07

Um vídeo feito por uma das passageiras, mostrando a cena, viralizou nas redes sociais. Rodoviários e o homem se tornaram amigos

Roberto Carlos Moreira, de 53 anos, é deficiente visual de nascença. Morador do Riacho Fundo II, ele pega o ônibus da linha 501.3, que passa no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), onde trabalha na área de telefonia. Com dificuldades de embarcar no transporte, o percurso da porta do ambulatório até a entrada do coletivo se tornou mais fácil desde que conheceu Rafael e Edelcio. Num gesto nobre que se transformou em rotina diária, cobrador e motorista se mobilizam para guiá-lo.

Meio-dia em ponto, seu Roberto deixa o serviço e, quase no mesmo horário, o trocador Rafael Almeida, 27, vai buscá-lo em frente à unidade de saúde, que fica há alguns metros da parada. Enquanto isso, o motorista, Edelcio Gonçalves dos Santos, 60, fica com o veículo parado até Roberto subir e se acomodar em segurança.

Rafael conta que, quando o ônibus se aproxima da parada, ele já fica atento e procurando o deficiente visual. “A gente percebeu que várias pessoas passam por ele e não ajudam, mesmo com a clara dificuldade dele em chegar aqui no ponto. Então, resolvemos ajudar e acabamos até fazendo amizade com ele”, conta o cobrador.

Edelcio, motorista há 34 anos, relembra como tudo começou. “Sempre que parava naquele lugar, via a dificuldade do Roberto. Daí, falei para o Rafael, que é sempre muito comunicativo: ‘Pega ele lá para nós’. Depois desse dia, virou rotina e nós nos tornamos colegas”.

Roberto destaca que o gesto de amor ao próximo dos rodoviários colabora muito com seu dia, mas se queixa da falta de acessibilidade na cidade. “Quando vou para casa, é sempre um malabarismo, porque na quadra que moro falta muita acessibilidade para a comunidade cega. Encontrar pessoas assim, que se mobilizam para nos ajudar, é muito bom. Mas a comunicação é essencial para tudo isso”, ressalta.

A boa ação da dupla de rodoviários da Viação Piracicabana foi registrada em um vídeo publicado por Larissa Crhistini Mendes Almeida, uma recepcionista que embarca na linha 501.3 todos os dias. Ela postou as imagens em seu Twitter e obteve mais de 76 mil visualizações. “Achei uma cena muito bonita. Descer daquela cadeira de cobrador é bem difícil: ele tem de fazer bastante esforço para ir lá buscar o homem cego. Aí, decidi filmar e postar, porque a gente não vê muitas pessoas fazendo isso”, explica.

Jornalista: Jak Spies