VIOLÊNCIA NO CAMPO

Homens mortos em chacina estão sendo identificados no cemitério de Colniza

Jornalista Jonas Jozino | 22/04/2017 09:45:48

Peritos fazem a autópsia no cemitério. Seis corpos já foram identificados

Peritos do IML de Mato Grosso estão fazendo as autopsias dos nove homens mortos em uma chacina, na quinta-feira, a 250 quilômetros do centro da cidade de Colniza, em um cemitério. Seis deles já tiveram os seus locais de origens definidos. Os peritos, no entanto, ainda não divulgaram os nomes dos mortos.

Os corpos dos nove homens fuzilados por homens mascarados, possivelmente contratados por fazendeiros da região, chegaram ao cemitério de Colniza por volta das 9h25 deste sábado. Todos foram levados para a capela do cemitério, onde peritos do IML estão avaliando os mortos para saber como eles foram assassinados na glega Taquaruçu do Norte.

A perícia já indentificou que três homens mortos são de Rondônia e outros três de Guariba. Os outros ainda não foram identificados. De acordo com a assessoria, eles chegaram em um caminhão.

É intensa a movimentação no entorno do cemitérios. Muita gente foi para o local acompanhar a chegada do caminhão frigorífico que transportou os mortos e ver de perto o trabalho que os peritos estão fazendo. A Polícia Militar vem encontrando trabalho para controlar a situação.

Peritos que estiveram na gleba informaram que os corpos foram encontrados no chão do assentamento, ensanguentados e que apenas homens foram assassinados, sendo poupados mulheres e crianças. Segundo peritos vários dos mortos estavam com facões cravados em seus pescoços e com os rostos retalhados.