DRAMA DO DEM

Jayme Campos diz que DEM está empenhando em garantir viabilidade financeira para Mauro Mendes e formar uma aliança forte

Redação 24 Horas News | 13/06/2018 11:05:05

“O próprio Mauro disse na reunião que vai reservar mais tempo para articular as possíveis composições políticas e financeiras. Ele disse que fará essa engenharia política com o Fabio”, afirmou o ex-senador.

O ex-senador Jayme Campos (DEM) confirmou que o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes quer uma garantia financeira de campanha para oficializar de uma vez por todos que é candidato do partido ao Governo do Estado. Mendes tem dito que quer evitar que haja uso do caixa 2 em sua campanha, que em sua avaliação será muito cara.

Ao confirmar a preocupação do ex-prefeito de Cuiabá, Jayme Campos disse que o presidente do partido, deputado federal Fábio Garcia, juntamente com Mauro Mendes estão focados nas articulações com a classe empresarial e o agronegócio. Jayme ficará com a missão, juntamente com seu irmão, o ex-governador Julio Campos, focado na busca de aliados políticos e na formação de um grande arco de aliança.

“Os nomes estão postos, o partido aprova. A partir de agora, vamos procurar aliados, parceiros. Estrategicamente falando, o Mauro e o Fabio estão buscando essas articulações”, disse Jaime Campos

“O próprio Mauro disse na reunião que vai reservar mais tempo para articular as possíveis composições políticas e financeiras. Ele disse que fará essa engenharia política com o Fabio”, afirmou o ex-senador.

De todo modo, conforme Jaime, todos os líderes do DEM estão autorizados a buscar essas tratativas e tentar costurar um arco de alianças garantindo, por exemplo, um bom espaço nos programas eleitorais da TV e do rádio.


Por ora, o DEM manterá a agenda de encontros regionais do partido.


Mauro Mendes espera ainda se encontrar com o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, candidato ao governo pelo PDT para tentar convencê-lo a formar sua chapa como vice-governador. Outros nomes estão sendo cotados para o mesmo cargo como o deputado federal Adilton Sachetti (PRB) e o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) – cotados para uma dobradinha com Jaime ao Senado.

“Essas conversas serão feitas daqui pra a frente. Até porque, não sabíamos se haveria candidatura própria ou não. Como fazer composição, sem cabeça de chapa?”, questionou.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News