Maduro e Guaidó se manifestam no Twitter após conflito na fronteira

Metrópoles | 22/02/2019 23:20:04

O presidente venezuelano reforçou o apoio à Força Armada Nacional; já o líder opositor disse que a morte dos 2 indígenas não passará impune

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi ao Twitter nesta sexta-feira (22/2) para publicar um vídeo em que reforça apoio à Força Armada Nacional Bolivariana, escrevendo que o objetivo dos militares é garantir a paz e a defesa integral do país.

O tuíte foi publicado na rede social horas depois de soldados venezuelanos matarem duas pessoas e ferirem outras 12 que tentaram impedir o fechamento da fronteira entre a Venezuela e o Brasil na manhã desta sexta.

“A nossa FANB está mobilizada em todo o território nacional para garantir a paz e a defesa integral do país”, escreveu. “Máxima moral, máxima coesão e máxima ação. Venceremos!”.

— Nicolás Maduro (@NicolasMaduro) 22 de fevereiro de 2019

O líder opositor Juan Guaidó também usou o Twitter para se manifestar sobre o incidente com os indígenas. “Na comunidade de Kumarakapay, dois soldados atiraram contra Pemones que estavam nos postos de checagem”, escreveu. “Nossa solidariedade para eles. Isso não ficará sem punição”.

— Juan Guaidó (@jguaido) 22 de fevereiro de 2019

Em um tuíte separado, Guaidó acrescentou uma mensagem aos soldados. “Aos soldados: entre hoje e amanhã vocês definirão como serão lembrados. Nós sabemos que vocês estão com o povo, vocês deixaram isso claro. Amanhã, vocês poderão demonstrar isso ”

— Juan Guaidó (@jguaido) 22 de fevereiro de 2019

Jornalista: Agência Estado