NET LIVRE

Mais de 80 prefeitos de MT assinam adesão da "Internet Para Todos"

Redação 24 Horas News | 12/03/2018 20:52:25

Durante o evento, o vice-governador, Carlos Fávaro, garantiu que intensificará os trabalhos para que ainda neste mês os 141 municípios façam a adesão ao programa.

Fávaro durante o evento de lançamento do programa Internet para Todos, em Cuiabá - Foto por: Fernando Rodrigues

Mais de 80 prefeitos mato-grossenses assinaram, nesta segunda-feira (12.03), em Brasília, o termo de adesão ao programa ‘Internet para Todos’ do governo federal. Ao todo, 2.471 prefeitos de todo o país assinaram o termo com o presidente do Brasil, Michel Temer, e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. Durante o evento, o vice-governador, Carlos Fávaro, garantiu que intensificará os trabalhos para que ainda neste mês os 141 municípios façam a adesão ao programa. 

Fávaro informou que 105 municípios do estado estão aptos a assinar o termo de adesão com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). “Queremos garantir o cadastramento de todos, por isso vamos intensificar os contatos com os prefeitos dos 36 municípios restantes para assegurar esse benefício à população que hoje não tem acesso à internet ou utiliza um serviço precário. Estamos certos de que essa conectividade trará grandes oportunidades para o desenvolvimento do nosso estado”, garantiu ele.

Cuiabá e mais de 80 cidades de MT aderem ao programa Internet para Todos

Em sua fala, o presidente Michel Temer enfatizou que com a implantação do programa, o Brasil se compara aos países de primeiro mundo. "Essa é uma ação extraordinária, um ato de modernidade que trará inúmeros benefícios para o nosso país. Com municípios fortes a União também se fortalece", disse ele.

O ministro Kassab informou que nesta semana o MCTIC enviará o primeiro lote de adesão dos municípios para a empresa que vai operar o satélite para dar início a instalação das antenas. “Todo esse processo de mobilização permitiu a realização desse projeto, por isso, agradecemos o empenho dos gestores públicos que foram fundamentais nessa grande conquista”.

Para o prefeito de Querência, Fernando Gorgen, o programa possibilitará uma nova realidade para os moradores. “O nosso município é o terceiro maior exportador de soja do estado e, hoje em dia, para a realização de negócios, a internet é fundamental. Recebemos o programa com muita felicidade e aguardamos ansiosos a instalação da antena em nossa cidade”, disse.

Mato Grosso contará com ''Internet para Todos'' em 2018

Já o prefeito de Araputanga, Joel Marins, destacou que a internet é o que sintoniza a vida de todos os brasileiros. “Hoje sem internet ficamos parados. Essa tecnologia garante melhoria da qualidade de vida da nossa população. Parabenizo o governo federal e o vice-governador, que não mediu esforços para garantir a implantação desse programa nos municípios”.

Nesta primeira etapa do programa Internet para Todos, os municípios beneficiados começarão a receber as antenas a partir do mês de maio e a expectativa é que sejam instaladas 200 antenas diariamente. A operação será feita pela empresa Viasat, dos Estados Unidos, que foi contratada pela Telebras. O programa possibilitará aos usuários conexão em banda larga a preços reduzidos. 

Além dos prefeitos, também participaram do evento o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, o secretário de Estado de Ciência,Tecnologia e Inovações, Domingos Sávio, ministros, deputados federais e estaduais, entre outras autoridades.

Programa 

Além dos convênios com as prefeituras, o MCTIC já firmou parcerias com o Ministério da Defesa, para garantir o monitoramento de 100% das fronteiras brasileiras, ampliando as ações de combate ao tráfico de armas e drogas; com o Ministério da Educação, para levar banda larga para todas as escolas públicas do país, sendo que sete mil serão beneficiadas já em 2018; e com o Ministério da Saúde, para implantar internet em hospitais e postos de saúde, melhorando a gestão pública e a qualidade dos serviços prestados à população.

A conexão de internet será feita por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), de propriedade do governo brasileiro e que recebeu cerca de R$ 3 bilhões em investimentos. Em órbita desde maio de 2017, o satélite tem vida útil de 18 anos.

Para participar do programa, o prefeito deve informar as localidades que não possuem conexão em banda larga e definir um local para a instalação das antenas e dos equipamentos. Além disso, caberá ao município a segurança da área e as despesas com energia elétrica.

De acordo com o MCTIC, o Internet para Todos é um dos maiores programas de inclusão social do governo federal e deverá beneficiar cerca de 55 milhões de pessoas. Cerca de 40 mil localidades devem ser beneficiadas pelo programa em todo o país.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News