PILOTO ATREVIDO

Marinha dos EUA se desculpa após piloto usar caça para desenhar pênis no céu

Jornalista Jonas Jozino | 25/11/2017 07:20:31

Marinha informou que já identificou o responsável e abriu uma investigação para esclarecer o caso. Comunicado diz que ato realizado perto da base aérea na ilha de Whidbey, em Washington, foi 'completamente inaceitável'

A Marinha dos Estados Unidos se desculpou nesta sexta-feira (17) pela ação de um de seus pilotos, que utilizou o ar condensado gerado pela propulsão dos motores da sua aeronave para desenhar um pênis no céu do estado de Washington.

"As ações deste membro da tripulação foram completamente inaceitáveis e contrárias à ética e aos valores da Marinha", afirmou a instituição em comunicado, no qual se referiu ao desenho como "uma imagem que poderia ser obscena para os observadores".


A ação aconteceu nesta quinta-feira nas proximidades da base aérea na ilha de Whidbey, no litoral noroeste do país.


O desenho, feito por um piloto da Marinha durante manobras rotineiras, causou espanto e indignação entre vários moradores da região, que não acreditaram quando viram a silhueta branca de um pênis sobre o azul do céu.


Várias pessoas tiraram fotos e as publicaram nas redes sociais com mensagens que variavam entre críticas e piadas.

Alguns cidadãos, inclusive, chegaram a entrar em contato com as autoridades aéreas da região para denunciar o ocorrido, segundo relatou a emissora local "KREM2".


Em entrevista concedida ao canal, um porta-voz da Administração Federal de Aviação (FAA) admitiu o fato, mas esclareceu que as autoridades não podiam fazer nada a respeito, já que não estão autorizadas a "vigiar a moralidade" e que a ação não tinha violado nenhuma norma de segurança.