TRISTE

Mato Grosso é o terceiro no ranking de feminicídio no país

A taxa de homicídios de mulheres em Mato Grosso é acima da média nacional

Redação 24 Horas News | 17/07/2017 00:16:35

Mato Grosso é o terceiro estado brasileiro mais violento para as mulheres, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) com dados de 2015.

De acordo com a pesquisa, a taxa de mortes no estado foi de 7,3 para cada grupo de 100 mil mulheres. O número é quase duas vezes maior do que a média do Brasil, de 4,4, e quase três vezes maior do que São Paulo, o estado com a menor taxa, de 2,7 mortes para cada 100 mil.

No geral, a proporção de mulheres assassinadas tem crescido nos últimos anos. Segundo o estudo, a taxa de homicídios entre mulheres saltou 7,5% entre 2005 e 2015. Por outro lado, em alguns estados, houve melhora na variação da taxa de violência: São Paulo teve uma redução de 35% nesse período.

No outro extremo do mesmo indicador aparece Maranhão, que teve um aumento de 124,4% na taxa de assassinatos de mulheres.

A taxa de homicidios de mulheres em Mato Grosso é acima da média nacional. De 2004 a 2014, 998 mulheres morreram vítimas da violência, como aponta o Atlas da Violência 2016, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Enquanto a média nacional é de 4,6 para cada 100 mil habitantes, no estado é de 7,0.

Esse número coloca Mato Grosso na lista dos 18 estados com taxa acima da média nacional.

O crescimento no número de mulheres mortas, de 2004 a 2014, foi de 11,1% no estado, sendo que em 2013 e 2014 foi o dobro, de 22,2%.
O levantamento analisa ainda que, diferente dos homicídios de homens, a maioria dos casos de violência contra a mulher ocorre em casa e reforça a necessidade de políticas públicas com fogo no combate à violência contra a mulher. No Brasil, 13 mulheres são assassinadas por dia, revela o estudo.

Veja o ranking dos estados mais violentos para as mulheres.

 


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News