Nem um dia de paz: Sol sofre novo clarão 'superpotente'

A série de clarões no Sol começou em 4 de setembro

| 08/09/2017 08:07:19
Nasa

Um novo clarão forte ocorreu no Sol 24 horas após acontecer o mesmo fenômeno, nessa quinta-feira (7). Desta vez, atingiu a intensidade máxima da classe X, de acordo com dados do Laboratório de Astronomia de Raios X do Sol, do Instituto Físico Lebedev da Academia de Ciências da Rússia.

Anteriormente, cientistas do Instituto anunciaram que a Terra foi abalada por uma tempestade magnética de 4 pontos de intensidade (dos 5) — dez vezes mais forte do que previsto. A tempestade é de caráter global. No Canadá, por exemplo, podem ser observadas auroras polares em latitudes altas e médias.

Segundo informações do Laboratório, a série de clarões no Sol começou em 4 de setembro. Primeiro, aconteceram uns clarões da classe M, de 4 a 5 pontos de potência. Depois, 6 de setembro foi o dia do aparecimento do clarão da classe X de 2,2 pontos, e no mesmo dia aconteceu um clarão extremamente forte de intensidade 9,3.

De acordo com os astrônomos, o acontecido é um resultado lógico das mudanças no Sistema Solar durante os últimos três dias. Durante este período, a interação de dois grandes grupos de manchas solares resultou no acúmulo de energia, que foi liberada em forma de clarão estrondoso. No momento, é difícil prever exatamente as possíveis consequências deste fenômeno natural. Com informações do Sputnik Brasil.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News