Nova temporada de Filhos da Pátria vai mostrar os loucos anos 1930

Marcelo Nobre | 14/08/2019 05:20:41

Seriado vai avançar 100 anos na história e mostrar a família Bulhosa no início da Era Vargas, repleta de transformações e com o rádio

Paulo Belote/TV Globo/Divulgação

A segunda temporada de Filhos da Pátria, com estreia prevista para outubro na TV Globo, será ambientada no Rio de Janeiro do início da década de 1930, um momento de transição importante para a história do Brasil, que entrava na Era Vargas. Na série, de autoria de Bruno Mazzeo, uma típica família brasileira, já conhecida do público, volta às telas em uma nova época.

São os Bulhosa, que apesar de desembarcarem um século à frente, mantêm seus trejeitos e toda a excentricidade característica do clã, formado pelo pai, Geraldo (Alexandre Nero), a mãe, Maria Teresa (Fernanda Torres), o filho, Geraldinho (Johnny Massaro), e a filha, Catarina (Lara Tremouroux). Cada um a seu modo, os quatro interagem nessa nova conjuntura política, social e econômica do país.

Geraldo (Alexandre Nero) vai ser um escriturário nos anos 1930Paulo Belote/TV Globo/Divulgação

Pacheco (Matheus Nachtergaele) vai ser um funcionário do Palácio do Catete, sede do governo federalPaulo Belote/TV Globo/Divulgação

Celebridades“Não vejo horizonte”, diz Fernanda Torres sobre futuro do BrasilA atriz, que volta às telinhas na segunda temporada de Filhos da Pátria, comentou sobre suas expectativas em relação ao país

Jornalista: Marcelo Nobre