Policiais do Batalhão Ambiental prendem cinco e apreendem armas e animais abatidos

| 25/08/2017 04:55:38

Batalhão Ambiental/PMMT

Desde a manhã desta quarta-feira (23.08) até a madrugada desta quinta-feira (24.08), policiais do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) prenderam cinco pessoas, duas em flagrante delito, e apreenderam armas, dezenas de munições e animais silvestres abatidos. E ainda desfizeram armadilhas montadas para capturar animais e aves.

Esss ações fazem parte da ‘Operação Cerco Total’, da Polícia Militar, em curso desde o dia 14, em Cuiabá, Rondonópolis, Barra do Bugres e Cáceres.

Durante bloqueio na MT-270, na região de “Sete Placas”, área do Parque Estadual Dom Osório Stoffel, em Rondonópolis, por exemplo, policiais da 2ª Companhia Ambiental desmontaram armadilhas para capturar animais na área de preservação.

Na mesma região, só que na comunidade de Campo Limpo, ocorreu uma das prisões, a apreensão de um revólver e 10 munições. Logo depois, em área próxima, os policiais prenderam quatro homens, dois em flagrante delito, e apreenderam uma espingarda, quase 30 quilos de pescado ilegal e 6,8kg carne silvestre.

O patrulhamento ambiental terrestre prosseguiu em outras áreas dos quatro municípios, incluindo as localidades Bom Pastor, Lambari e Tucum, onde mais uma pessoa foi presa, apreendida uma espingarda 22, 48 munições do mesmo calibre, uma faca, lanterna entre outros objetos.

Educação

Além de reprimir crimes, por onde passam as patrulhas ambientais interagem e fazem ações educativas junto às comunidades. Na Escola Municipal Albino Saldanha, em Rondonópolis, os policiais realizaram palestra sobre preservação e crimes ambientais para 90 estudantes.

Na repressão aos crimes, o BPMPA espera contar cada dia mais com a participação da população, que pode ser por meio de denúncia via 190, disque-denúncia 0800.65.3939, e o celular do oficial de dia(plantão) 99987-4024.