PREOCUPAÇÃO COM A SAÚDE

Prefeitura de Cuiabá cria comissão para resgatar a Santa Casa

Jornalista Jonas Jozino | 10/02/2019 07:33:49

Participaram da reunião, além do secretário e assessores técnicos da SMS, os diretores da Santa Casa, comissão de funcionários da Santa Casa, representantes do Conselho Municipal de Saúde, o presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão e os vereadores Toninho de Souza, Luís Cláudio, Clebio Borges, o deputado estadual Paulo Araújo e o ex-deputado federal Victório Galli, entre outros.

O secretário municipal de Saúde, Luiz Antônio Possas de Carvalho recebeu na tarde desta sexta-feira (08), uma comissão do movimento "Santa Casa de Portas Abertas” para discutir a situação do hospital, que está passando por grandes dificuldades financeiras.

Participaram da reunião, além do secretário e assessores técnicos da SMS, os diretores da Santa Casa, comissão de funcionários da Santa Casa, representantes do Conselho Municipal de Saúde, o presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão e os vereadores Toninho de Souza, Luís Cláudio, Clebio Borges, o deputado estadual Paulo Araújo e o ex-deputado federal Victório Galli, entre outros.

O resultado da reunião foi a criação de uma comissão com representantes da direção da Santa Casa, dos funcionários, da Câmara Municipal e da Prefeitura que já nesta segunda-feira vai começar a trabalhar para construir uma proposta sobre o que precisa ser feito para reabrir as portas da Santa Casa e apresentar para o prefeito Emanuel Pinheiro em um prazo máximo de 10 dias. A Bancada Federal também vai trabalhar em Brasília para trazer recursos para a unidade hospitalar, que poderão ser aplicados em custeio, compra de medicamentos, pagamento de salários e todas as despesas. “A dívida da Santa Casa é monstruosa. Só com o repasse normal não é possível resolver a situação, é preciso ajuda de todos os lados”, disse o vereador Toninho de Souza, idealizador do movimento "Santa Casa de Portas Abertas”.

Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, essa comissão será de extrema importância. “Avançamos muito no sentido de chegarmos em alguns pontos em comum, pois precisamos fazer alguma coisa para salvar a Santa Casa. Mas esse salvamento não vem apenas do município de Cuiabá. A Prefeitura já tem feito seu dever de casa constantemente. O problema não está no município de Cuiabá, é preciso deixar isso claro para toda a população. O problema é de gestão interna da Santa Casa, que a diretoria ficou de enfrentar para valer. Resolvendo o problema da gestão interna, nós estamos prontos para poder ajudar, repactuar e fazer o que for necessário para tirar a Santa Casa dessa triste realidade”, .