FIM DA ANGÚSTIA DA FAMÍLIA

Procurado pela Interpol por estuprar e matar filha de funcionários em MT morre no Paraguai

Redação 24 Horas News | 18/08/2017 10:20:53

O caso que teve um grande destaque nacional em 2001, aconteceu em Lucas do Rio Verde, 350 Km de Cuiabá, em uma fazenda da região.

Foto: Reprodução

Chega ao fim à perseguição ao empresário foragidoSérgio Martinello, após ser condenado por estuprar e matar uma criança em Mato Grosso.

O caso que teve um grande destaque nacional em 2001, aconteceu em Lucas do Rio Verde, 350 Km de Cuiabá, em uma fazenda da região.

O empresário foi condenado a mais de 30 anos de prisão por estuprar e matar uma menina de apenas 6 anos, identificada por Alexia Lodi, filha de um dos funcionários da fazenda do empresário.

Na época Santo Martinello chegou a ser preso por seis meses, mais logo teve sua prisão revogada e desde então esteve desaparecido por 16 anos.

Martinello chegou a ser considerado um dos homens mais procurados pela Interpol, Organização Internacional de Polícia Criminal.

A Polícia Nacional do Paraguai divulgou um relatório onde Martinello foi encontrado morto por volta das 22h30 do dia 13 de janeiro deste ano em uma chácara na cidade de Hernandarias.

O empresário vivia no local com uma mulher e já vinha há muito tempo sofrendo com um problema de saúde, diagnosticado como câncer maligno.