LIBERTADORES

Santos segura pressão e arranca empate contra o Barcelona-EQU

A igualdade deixa aberto o confronto de volta, que acontece na próxima quarta-feira

Redação 24 Horas News/Gazeta Esportiva | 13/09/2017 23:20:11
(Foto. AFP)

O Santos passou por mais uma prova de fogo na noite desta quarta-feira. Em um típico jogo de Libertadores, os santistas encararam estádio lotado, muita pressão e ainda foram caçados pelos jogadores do Barcelona de Guaiaquil. Mesmo assim, a equipe comandada por Levir Culpi mostrou mais uma vez que está ‘cascuda’, segurou o ímpeto do rival e arrancou empate por 1 a 1, em partida válida pela ida das quartas de final do torneio continental.

A igualdade deixa aberto o confronto de volta, que acontece na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro. Uma vitória simples ou um empate em 0 a 0 garantem o alvinegro na semifinal. Caso a partida termine em 1 a 1, a decisão será nos pênaltis.

Apesar das atenções do Santos seguirem na Libertadores, o elenco precisará esquecer um pouco o torneio sul-americano. Afinal, o Peixe entrará em campo no próximo sábado, às 19h (de Brasília), contra o Botafogo, no Engenhão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

FICHA TÉCNICA
BARCELONA DE GUAIAQUIL 1 X 1 SANTOS

Local: Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guaiaquil (EQU)
Data: 13 de setembro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Richard Trinidad (URU) e Gabriel Popovits (URU)
Público: 30.747 pagantes
Cartões amarelos: BARCELONA: Ely Esterilla, Gabriel Marques, Aimar. SANTOS: Kayke.

GOLS:
BARCELONA DE GUAIAQUIL: Jonatan Álvez, aos 33 do 2T;
SANTOS: Bruno Henrique, ao 1 do 2T;

BARCELONA DE GUAIAQUIL: Banguera; Pedro Velasco, Darío Aimar, Arreaga e Beder Caicedo; Gabriel Marques, Oyola (Vera), Marcos Caicedo (Erick Castillo) e Damian Diaz; Ely Esterilla (Ayovi) e Jonatan Álvez.
Técnico: Guillermo Almada

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Alison e Lucas Lima (Jean Mota); Thiago Ribeiro (Kayke), Bruno Henrique (Vladimir Hernández) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi

 


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News